Não dá para negar: nós somos o que comemos! Por isso, é comum termos um cuidado especial com a alimentação para garantir um bom funcionamento do corpo. Mas será que você seleciona os alimentos pensando também na sua saúde bucal? O leite, por exemplo, é uma enorme fonte de cálcio bastante presente no cardápio de muitas pessoas. Além disso, ele oferece muitos outros benefícios, incluindo na saúde da gengiva. Para entender melhor sobre esse assunto, conversamos com a dentista Joaquina Santos Diniz. Confira!

O leite traz benefícios para a saúde das gengivas?

Quando se trata de saúde bucal, os cuidados com a gengiva são tão importantes quanto com os dentes. Afinal, é ela que oferece o suporte e a proteção necessária para conquistar um sorriso bonito e saudável. Por isso, existem determinados alimentos que podem ser benéficos a região, como os derivados do leite e, principalmente, o leite materno. “O aleitamento materno é fundamental para o desenvolvimento de toda musculatura orofacial e correção do pseudo retrognatismo que todos os bebês possuem”, esclarece a especialista. Além disso, ela destaca a importância do alimento para o sistema imunológico das crianças. “A formação da microbiota é favorecida nessas crianças que realizaram o aleitamento materno por esses agentes protetores ou anti-inflamatórios, ajudando no combate de diferentes doenças, incluindo a inflamação gengival e periodontal”.

Ter uma dieta balanceada é essencial para evitar doenças gengivais

Segundo Joaquina, manter uma dieta equilibrada é a melhor forma de contribuir para uma gengiva saudável. “Não existe receita de bolo ou alimento milagroso, o ideal é ter um regime balanceado para garantir os nutrientes de diversas fontes, como proteínas, legumes, verduras e carboidratos”, explica ela. Para tornar a sua alimentação mais rica e saudável, a odontologista afirma que quanto mais alimentos naturais e menos industrializados você ingerir é melhor. “O consumo de açúcares e carboidratos deve ser controlado, pensando no ponto de vista cariogênico e também de saúde sistêmica. Alimentos muito ácidos também merecem atenção uma vez que podem levar à erosão dental”, completa.

Manter uma boa higiene bucal faz toda a diferença na saúde da gengiva

Além da alimentação, existem alguns hábitos que devem estar presentes diariamente na sua rotina para evitar doenças gengivais. Uma boa higiene bucal é o principal deles. “Costumamos dizer que as doenças gengivais são combatidas em grupo, não é possível resolvê-la indo a cada 6 meses ao dentista se a higiene no dia a dia não está adequada”, esclarece a dentista. Por isso, Joaquina orienta a fazer o processo de limpeza com escova e fio dental todos os dias, além de manter o acompanhamento de um profissional para identificar qualquer sinal de inflamação ou infecção.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Joaquina Santos Diniz - Especialista em Odontopediatria e membro do CEBDOF (Centro de Estudos e Pesquisa em Bruxismo e DTM/DOF na Odontopediatria - FOUSP)
Mogi das Cruzes, SP
CRO-SP: 115.367