Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
01.09.2016

Herpes na boca: Baixa imunidade aumenta a frequência do aparecimento das lesões

O herpes simples é um vírus latente que pode ser despertado devido a vários fatores. Um deles é a baixa imunidade. Descubra como fortalecer seu sistema imunológico e evitar as lesões da doença
O herpes simples é um vírus latente que pode ser despertado devido a vários fatores. Um deles é a baixa imunidade. Descubra como fortalecer seu sistema imunológico e evitar as lesões da doença

Expert

Sylvia Cysneiros

Sylvia Cysneiros

CRM: 52.82342-2 / RQE 19793

Sylvia Cysneiros é formada pela Faculdade de Medicina Souza Marques e fez residência em Dermatologia pela Policlínica Geral do Rio de Janeiro, se especializando nas áreas de Dermatologia Clínica, Cirúrgica e Cosmiatria. Possui Título de especialista em Dermatologia e é Membro efetivo da SBD (Sociedade Brasileira de Dermatologia)

Quem tem herpes sabe como é complicado viver com os altos e baixos do vírus. Até possuir total controle do problema, o paciente passa por muitos eventos que podem acarretar o reaparecimento das lesões. Um deles é a baixa imunidade. Quando a pessoa está estressada, por exemplo, o cortisol, hormônio controlador do estresse, aumenta e o sistema imunológico cai. Com isso, o vírus é ativado e as feridinhas começam a estourar. Para ajudar nessa situação, a dermatologista Sylvia Cysneiros ensina como controlar o surgimento do herpes simples.

Entenda a relação

Você teve uma semana completamente agitada no trabalho e isso te gerou um estresse enorme. No fim de semana você começou a notar uma feridinha surgindo perto da boca. É assim que o problema começa. O vírus HSV-1 permanece no corpo humano em estado de latência. Isso significa que após a primeira infecção, mesmo sendo realizado o tratamento correto, o vírus não é eliminado. "O indivíduo fica sem produzir nenhum sinal ou sintoma até que ocorra alguma alteração capaz de ativá-lo novamente", explica Sylvia. Isso ocorre devido a queda de imunidade, estresse, exposição prolongada ao sol, infecções ou trauma local. Todos esses motivos funcionam como um gatilho para o reaparecimento das lesões.

Como evitar as lesões?

Tem muitas maneiras de manter seu organismo em harmonia e controlar o surgimento das lesões do herpes. Evitar exposição à temperaturas extremas, tanto frio quanto calor e prestar atenção aos pródromos, que são os sinais que costumam surgir antes das lesões, como ardência e formigamento no local, são algumas formas de prevenção. "Se o tratamento for iniciado ainda nesta fase há chances de não chegar a desenvolver as lesões", garante.

Mantenha o controle do vírus

Se for difícil fugir dos episódios de crise, é importante procurar ajuda profissional assim que perceber o início dos sintomas. Desta forma você consegue iniciar o tratamento precoce e evitar complicações. Sylvia também esclarece alguns cuidados para o paciente não sofrer com infecções. "Evitar o contato direto das lesões com outras pessoas e ter bastante cuidado em relação à higiene, para evitar infecções secundárias por bactérias, que podem inclusive agravar bastante o quadro". Lavar bem as mãos, não romper as vesículas, nem arrancar as casquinhas são outras medidas simples e importantes para evitar esse estágio da doença.

Mais Matérias: Herpes Labial
Herpes labial pode atrapalhar o tratamento ortodôntico?
Herpes Labial
Herpes labial pode atrapalhar o tratamento ortodôntico?
A herpes labial é uma doença bucal mais comum do que se imagina. Caracterizada por pequenas bolhas...
com a participação de:
Ana Elisa da Silva
CRORS 13490
Herpes labial: tratamento caseiro funciona? Veja 4 opções para lidar com o problema em casa
Herpes Labial
Herpes labial: tratamento caseiro funciona? Veja 4 opções para lidar com o problema em casa
Dentre as doenças que podem atingir a boca, o  herpes labial é certamente uma das mais imprevisíveis e incômodas. Causada pelo vírus herpes simples, ela é caracterizada pelo surgimento de pequenas bolhas que possuem o aspecto de feridas e podem ser bastante dolorosas. Embora não tenha cura, o herpes...
Herpes não tem cura: dentista explica o porquê e indica os melhores remédios para aliviar as bolhas
Herpes Labial
Herpes não tem cura: dentista explica o porquê e indica os melhores remédios para...
Você descobriu que tem herpes labial e ainda não sabe como lidar com o problema? De fato, são...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Qual é o melhor remédio para herpes labial? Dentista recomenda os cuidados para controlar o vírus e não se espalhar
Herpes Labial
Qual é o melhor remédio para herpes labial? Dentista recomenda os cuidados para...
Notou a presença de bolhas pequenas e incômodas na boca? Isso pode ser um sinal de herpes labial ....
com a participação de:
Dulce Helena Cabelho Passarelli
CRO-SP: 35856
Afta nos lábios ou herpes labial: saiba como diferenciar essas duas lesões na boca
Herpes Labial
Afta nos lábios ou herpes labial: saiba como diferenciar essas duas lesões na boca
Se você já teve uma afta na boca, sabe muito bem a sensação de desconforto que...
com a participação de:
Daniele Machado
CRO-RJ 26.953
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a manifestação da doença
Herpes Labial
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a...
Você sabia que a ansiedade pode ser a causa de alguns problemas bucais? Entre eles, está a herpes ....
com a participação de:
Daniel Cohen Goldemberg
CRO-RJ: 29267