Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
04.04.2018

Herpes labial em gestantes: quais são os riscos desse quadro?

Expert

Tamara Vilela de Pinho Leite

Tamara Vilela de Pinho Leite

CRO-SP 121980

Formada em Odontologia pela Universidade de São Paulo (USP). Tem atualização em Odontopediatria para bebês com a professora Salete Nahás Pires Correa (USP) e especialista em Ortodontia pela FUNORTE (MG).

Mesmo que tenhamos diversos cuidados com a nossa higiene na hora de escovar os dentes, ainda assim são muitas  as complicações que podem afetar o interior e exterior da nossa cavidade bucal. Um grande vilão que não necessariamente tem relação com seus hábitos de higiene bucal é o herpes labial, pois seu aparecimento está relacionado à baixa imunidade do organismo. Para as gestantes esse quadro pode ser bem comum. Mas quais são os riscos para a mãe e para o bebê? Conversamos com a dentista Tamara Leite que esclarece as principais dúvidas e indica quais são os cuidados para garantir uma gestação sem riscos.

O que é o herpes labial?

O herpes labial é caracterizado como uma doença infecciosa causada pelo vírus do herpes simples. O pacientes que estão contaminados por esse vírus apresentam feridas dolorosas nos lábios, porém, essa infecção também pode acometer outras partes da cavidade bucal como a gengiva, faringe, céu da boca, língua, interior da boca e das bochechas, e pode até mesmo acabar se espalhando pela face e  pelo o pescoço desse paciente. “Geralmente essas feridas estão predispostas em pequenas bolhas dolorosas que podem durar nos pacientes por volta de sete até dez dias", completa a profissional.

Pacientes gestantes são mais prováveis a apresentar herpes labial

A profissional afirma que pacientes que estão em período de gestação são mais propensas ao surgimento do herpes. “Isso acontece porque essas mulheres já apresentam uma baixa imunidade, fator que é essencial para a ativação do vírus e para o aparecimento das feridas”, explica Tamara. É importante que a gestante esteja atenta à sua saúde para evitar o aparecimento de doenças que se manifestam com a baixa imunidade como o herpes labial. Se isso acontecer, o recomendado é que ela procure um médico especializado na área para avaliar seu quadro.

Existe cura para o herpes labial ?

Infelizmente não existe uma cura para o vírus do herpes. Como é uma doença “oportunista”, o vírus apenas permanece “adormecido” no corpo até encontrar alguma brecha para se manifestar, como a baixa imunidade, por exemplo. “Esse é o principal motivo dessa doença, se manifestar principalmente em gestantes e é considerado pelos profissionais da área com um quadro bastante comum”, completa Tamara.

Os riscos do herpes em gestantes

Se a grávida em questão estiver contaminada com o vírus e a doença se desenvolver, não há nenhum risco para gestante, nem para o desenvolvimento do bebê. Porém a dentista faz um único alerta para a situação: “O problema dessa doença na gravidez seria para a mãe após o parto. Se ela apresentar alguma ferida do herpes, ela precisará tomar alguns cuidados. "Evitar beijar o bebê para não transmitir o vírus e ter atenção no momento em que realizar a sua higiene bucal são alguns deles", indica

Quais são os tratamentos?

No entanto, o herpes tem controle. Existem pomadas e medicamentos antivirais no mercado que são indicados e seguros  para serem utilizados na gravidez. Porém, é sempre necessário o acompanhamento do obstetra para avaliar a necessidade da medicação. “Uma outra opção seriam os produtos naturais, como o extrato de própolis, que tem efeito anti-inflamatório, ajuda na cicatrização das feridas e na redução dos sintomas dolorosos”, finaliza a profissional. 

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Tamara Vilela de Pinho Leite - Odontopediatra e Ortodontista
São Paulo - SP
CRO-SP 121980

Mais Matérias: Herpes Labial
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a manifestação da doença
Herpes Labial
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a...
Você sabia que a ansiedade pode ser a causa de alguns problemas bucais? Entre eles, está a herpes ....
com a participação de:
Daniel Cohen Goldemberg
CRO-RJ: 29267
Herpes labial: o que é? Como surge? Quais são os sintomas? Qual é o melhor tratamento? Saiba tudo sobre o assunto
Herpes Labial
Herpes labial: o que é? Como surge? Quais são os sintomas? Qual é o melhor tratamento?...
Você desconfia que está com herpes labial? Olhar para o espelho e notar uma feridinha na boca pode...
com a participação de:
Dulce Helena Cabelho Passarelli
CRO-SP: 35856
Início do herpes na boca: veja como identificar os primeiros sintomas
Herpes Labial
Início do herpes na boca: veja como identificar os primeiros sintomas
Você já teve herpes na boca? Essa doença é muito conhecida por seu poder de...
com a participação de:
Dulce Helena Cabelho Passarelli
CRO-SP: 35856
Herpes labial na infância pode resultar de um sistema imunológico enfraquecido
Herpes Labial
Herpes labial na infância pode resultar de um sistema imunológico enfraquecido
Uma criança com febre pode significar diversas coisas, inclusive, herpes labial . Isso mesmo! Bolhas...
com a participação de:
Vânia Côrtes
CRO PR 14.282
Gengivite estomatite herpética: conheça o quadro e saiba os riscos durante a infância
Herpes Labial
Gengivite estomatite herpética: conheça o quadro e saiba os riscos durante a infância
Os papais e as mamães de plantão sabem como deve ser o cuidado para que os pequenos não...
com a participação de:
Vânia Côrtes
CRO PR 14.282
Herpes labial e intolerância a glúten: entenda a relação
Herpes Labial
Herpes labial e intolerância a glúten: entenda a relação
Você já deve ter lido em algumas embalagens de comidas a seguinte frase: contém glúten. O...
com a participação de:
Ludimila de Gouvêa Cerqueira e Ferreira