Você sabe como cuidar do seu aparelho ortodôntico? Esse apetrecho bucal, que ajuda no alinhamento dos dentes e da arcada dentária, além de possuir o modelo fixo (que todo mundo conhece), também conta com outras duas versões, móvel e invisível e para cada uma delas, há uma rotina de cuidados específica que precisa ser seguida à risca para garantir a saúde e bem-estar do seu sorriso. Pensando nisso, o Sorrisologia convidou o ortodontista Eloir Wandelli, do Rio de Janeiro, que listou todas as responsabilidades que precisamos ter com os diferentes tipos de aparelhos.

Aparelhos móveis: não pense que são mais fáceis de cuidar!

Principais cuidados:

A maioria dos modelos de aparelho móvel pode ser removido para o paciente escovar os dentes, usar o fio dental ou fazer alguma refeição. Essa flexibilidade, embora seja mais confortável, acaba se tornando um problema, já que, por esse motivo, os aparelhos acabam sendo perdidos. Para evitar essa situação, o profissional indica uma solução: “É importante carregar sempre a caixa do aparelho móvel com você para guardá-lo toda vez que não estiver sendo usado. Para mais proteção, nunca deixe a caixa sobre a mesa ou balcão - coloque-a sempre imediatamente em sua mochila, bolsa ou bolso”, atentou.

O que não deve fazer:

Eloir atenta que não se deve fazer nenhum tipo de refeição usando o aparelho: “Há uma grande chance do objeto quebrar e machucar a sua boca”. Além disso, também não é bom fazer a higiene bucal com o aparelho, pois os dentes não serão bem escovados.

Aprenda a fazer a higiene do aparelho:

O especialista explica que é muito fácil limpar esse tipo de aparelho: basta usar água e sabão neutro ou pasta de dentes, se preferir. Se quiser reforçar a limpeza, o dentista ainda dá uma dica preciosa: “Basta imergi-lo em meio copo de enxaguante bucal com propriedades bactericidas”. Depois é só secar com uma toalha limpa ou papel toalha e guardar na caixinha, que também deve estar muito bem higienizada.

Aparelhos fixos de safira, transparentes: é importante caprichar na limpeza!

Principais cuidados:

Para os modelos fixos, é bom ter atenção em vários aspectos, mas principalmente cuidar bastante da higiene e preservação. O profissional indica: “Manter os dentes, ferrinhos e braquetes limpos - assim conseguimos evitar o acúmulo de placa bacteriana e a formação de cáries; e sempre ir às consultas para colocar a manutenção do aparelho em dia”. Com esse gesto conseguimos ter um tratamento muito mais rápido e com um resultado ainda melhor!

O que não deve fazer:

O dentista alerta que é importante evitar alimentos duros como pipocas, azeitonas, castanhas, cenoura crua, milho na espiga e torresmos. “Eles podem danificar o aparelho, amassando o fio ou descolando os braquetes. Também é recomendado não mastigar gelo ou balas duras”. A quebra do aparelho além de ser uma situação chata, também significa a demora do tratamento ortodôntico.

Aprenda a fazer a higiene do aparelho:

Eloir afirma que a higiene deve ser feita em até cinco minutos após qualquer refeição, até mesmo depois de lanchinhos. Para esse ritual, é importante lembrar de algumas instruções fundamentais: “Fazer bochecho antes de começar a escovação para facilitar o remoção dos restos de comida presos nos ferrinhos; Não fazer pressão nem forçar muito na hora da escovação para não prejudicar os dentes ou as estruturas do aparelho; Utilizar uma escova interdental para limpar entre os braquetes e o fio; Usar também o passa fio para facilitar o uso do fio dental; e finalizar a limpeza com um bochecho de 30 segundos”, esclareceu.

Alinhadores invisíveis: muito práticos, mas necessitam de atenção!

Principais cuidados:

Embora seja o modelo preferido dos pacientes por proporcionar um efeito mais estético durante o uso, o alinhador invisível requer mais atenção, principalmente na hora do armazenamento. Quando não estiver usando, o dentista recomenda manter o alinhador em seu estojo para que fique seguro, evitando quebras, arranhões ou perda. Também é importante sempre guardar os modelos antigos. “Os alinhadores do estágio anterior funcionam como uma chave reserva de carro e devem ser guardados. Em caso de perda dos alinhadores atuais, a recomendação é voltar a usar os do estágio anterior”, ressaltou.

O que não deve fazer:

É bom evitar colocar o aparelho em contato com altas temperaturas a fim de não deformar o seu molde. “Comer e beber algo em temperaturas quentes pode alterar a forma do alinhador”, atentou. Além disso, não pode mergulhar o utensílio no enxaguante bucal ou escová-lo com cremes clareadores.

Aprenda a fazer a higiene do aparelho:

Você precisa limpar o alinhador antes de cada inserção. A higiene deve ser feita com uma escova de dentes macia com cabeça pequena (para não arranhar o aparelho e alcançar todos os cantinhos) e creme dental menos abrasivo para não deixar os alinhadores opacos. Escove toda a parte externa e interna, dando bastante atenção às concavidades. Finalize o ritual enxaguando-o com água fria.

Agora que você já sabe de todos os cuidados com cada tipo de aparelho, ficou mais fácil tomar uma decisão, né? Mesmo assim, não deixe de consultar seu ortodontista para ajudar a definir o melhor modelo para o seu sorriso.

Quer saber como funciona o tratamento ortodôntico? Confira no vídeo do Manual do Mundo:

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dr. Eloir Wandelli - Cirurgião-dentista da Clínica Odonto Clean com pós-graduação em ortodontia pela Universidade Unigranrio.
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ 33961