Quando um bebê está a caminho, todo e qualquer cuidado é necessário para deixar o corpo bem saudável para receber o novo integrante da família. De acordo com Flávia Macedo, especialista em odontopediatria, pesquisas atuais revelam que não é possível estabelecer a relação da doença periodontal como fator de risco para nascimento pré-termo e/ou de baixo peso. Entretanto, ainda assim é fundamental manter uma boa saúde bucal para evitar quaisquer problemas. Veja algumas das recomendações da profissional a seguir!

Cuidados com a saúde bucal no período pré-natal

Segundo Flávia, os cuidados de higiene se assemelham com os cuidados gerais, com um porém: “A escovação e o uso de fio dental devem ser realizados de forma frequente, mas cautelosa, pois a gengiva nesta fase apresenta uma resposta inflamatória exacerbada”. Além disso, ela ressalta que algumas gestantes desenvolvem um paladar que deseja muitos doces, e nesse caso é importante ter cuidado com a frequência e qualidade da alimentação. “Já as gestantes que enjoam muito precisam ter cautela com as possíveis erosões dentárias, tomando cuidado para não realizar a escovação imediatamente após vômitos por exemplo”, finaliza.

Os problemas bucais mais comuns na gravidez

Dentre os problemas mais comuns tanto nas gestantes como na população geral, destacam-se as inflamações gengivais, a doença periodontal e a cárie. “Durante a gestação, a gengiva tem uma resposta mais exagerada ao biofilme que fica acumulado na superfície dentária favorecendo a ocorrência de gengivite e, algumas vezes, problemas periodontais”, explica a especialista. Já a cárie é um problema que costuma acontecer principalmente devido a mudança de hábitos alimentares que acontecem durante esse período.

Odontopediatra pode ajudar nesse momento

Se você está grávida e quer cuidar da sua saúde bucal, pode ficar tranquila. Diferentes especialidades podem fazer o atendimento odontológico da gestante, e o odontopediatra é um deles, de acordo com Flávia. “O odontopediatra, além do atendimento a gestante, fará também orientações a respeito da saúde bucal do bebê, permitindo que a mãe já esteja preparada nessa nova fase da vida que se inicia no puerpério”, comenta. Após o nascimento da criança, o odontopediatra ainda pode fazer todo o acompanhamento da sua saúde bucal na infância e adolescência também.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Flávia Macedo Couto - Odontopediatra
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 39.770