Quem nunca comeu um sanduíche com cebola ou aquela pizza de alho e ficou com mau hálito depois? Esse cheiro ruim é inevitável, até porque são alimentos com sabores pungentes que permanecem na boca e nos pulmões por algumas horas. No entanto, existem doenças sérias que atacam os dentes e gengivas e causam o mesmo efeito ou pior, como a gengivite. Ainda bem que existe um meio de evitar e reverter essa situação. Quem explica é a Periodontista Fabíola Chaves.

Bactérias perigosas

Não dá pra fugir das bactérias, até porque a boca é formada por milhares delas. Existem aquelas boas, que convivem em harmonia com os dentes, e as ruins que são vindas normalmente de alguns alimentos que comemos. Se essas últimas forem acumuladas, ou seja, se não houver uma boa higiene bucal após a ingestão, pode se transformar no acúmulo de placa bacteriana. Tudo isso resulta em uma gengivite e, consequentemente, no mau hálito. "As bactérias da boca metabolizam a sacarose e a transformam em substâncias alcoólicas, como o ácido láctico. O acúmulo de bactérias causa mau odor", conta Fabíola.

Elimine a gengivite e tenha um hálito fresco

"A gengivite ocorre principalmente pela falta do uso do fio dental", garante. É importante praticar uma higiene mecânica, com fio e escovação, para retirar todo acúmulo de placa bacteriana. Isso precisa ser aplicado em toda a boca, até mesmo na língua, onde fica a maioria das bactérias. "Se o mau hálito for causado pela gengivite, eliminando a doença conseguimos acabar com o mau odor". Por isso uma visita ao dentista é sempre muito importante para seguir o tratamento ideal e se livrar da doença.

Dica: Quem tem mau hálito, normalmente, não se dá conta do problema. A melhor atitude é avisar ao portador sobre o mau cheiro bucal de uma maneira bem honesta e gentil, sem agredir sua autoestima. Desta forma você está ajudando o amigo e ele tem a oportnidade de evitar a evolução de doenças bucais.

Higiene bucal previne doenças 

Para não ter nenhuma complicação, o ideal é praticar uma boa limpeza sempre. "Fazer a correta higiene oral com fita/fio e escova, duas vezes ao dia, para que todas as superfícies dentárias devem ser higienizadas", conclui. Use um creme dental que deixe aquele cheirinho fresco na boca e protege as gengivas de futuras inflamações. Não esqueça que a quantidade na escova de dentes precisa ser equivalente a um grãozinho de arroz. Seu hálito ficará sempre refrescante e bem longe da gengivite.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Fabíola Chaves Fernandes - Especialista em Periodontia e Odontogeriatria
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 20417