Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
13.11.2015

Gengivite, cáries: descubra os problemas bucais comuns na fase da gravidez e previna-se

Cuidar dos dentes durante a gravidez é cuidado por dois. Problemas bucais como  gengivite e cáries são comuns nessa fase, mas podem ser evitados
Cuidar dos dentes durante a gravidez é cuidado por dois. Problemas bucais como gengivite e cáries são comuns nessa fase, mas podem ser evitados

Expert

Sérgio Siqueira Júnior

Sérgio Siqueira Júnior

CRO-SP: 50346

Graduado pela UNICAMP Especialista em Periodontia-UNESP Especialista em Mestre e Implantodontia-UNISA e CFO. Professor Coordenador do curso de Especialização em Implantodontia do Centro Universitário SENAC Professor do curso de Pós Graduação em Odontologia Estética do Centro Universitário SENAC Professor do Curso Avançado em Manipulação de Tecidos Moles do Instituto Latino Americano de Ensino e Pesquisa/ILAPEO- Curitiba Professor do Curso Avançado em Manipulação de Tecidos Moles do COESP- João Pessoa ITI Speaker Sócio da clínica Sensata de Odontologia.

A gravidez é um dos momentos mais especiais na vida de uma mulher. Apesar de ser sinônimo de saúde, a vinda de um bebê pode deixar a futura mamãe tão ocupada com a gestação que ela acaba esquecendo de outros fatores do seu corpo, como o sorriso. A higiene bucal neste período e tão importante quanto em outras fases da vida. É preciso ter cuidado para que o surgimento de doenças não atinja seus dentes e gengivas, em especial a temida cárie. Para não correr esse risco, descubra esses cuidados simples mas muito importantes para uma gravidez saudável e sorridente.

O surgimento de problemas bucais nas futuras mamães

Segundo o periodontista Sérgio Siqueira Junior, o principal motivo do aparecimento das cáries na gravidez é a alteração da dieta alimentar muito comum nesse período. “Normalmente, durante a gestação a mulher come mais carboidratos de maneira irregular e, somado a isso, a dificuldade ou diminuição da higiene bucal causada pelos enjoos”, explica o profissional.

Além disso a produção maior de hormônios pode gerar um aumento nos problemas gengivais, como sangramento, perda das fibras e doenças periodontais, sem falar da diminuição no fluxo salivar, do aumento da sensibilidade dental e o surgimento de aftas.

O que fazer?

Não ignore e procure um dentista o quanto antes para que ele possa solucionar este problema. Sérgio indica que se o tratamento for necessário, indica-se opções de procedimentos mais curtos. "Converse abertamente com seu médico sobre observações ou restrições que ele julgue serem importantes”. Além disso, tendo um diagnóstico mais precoce possível a manifestação de outras doenças mais graves, como gengivite e periodontite, podem ser evitadas.

Prevenir é importante

Prevenir sempre foi e sempre será a melhor forma de evitar, ou ao menos amenizar, o surgimento de qualquer doença, principalmente quando falamos do nosso universo bucal. Não dispense uma boa higiene oral, uma dieta saudável e controlada, além da visita ao dentista de 6 em 6 meses ou quando perceber algo de diferente em sua boca. "Quando a mulher considerar ter um bebê, junto com sua avaliação médica pré-natal, inclua a visita ao dentista”, indica o profissional.

Não abandone a higiene bucal

Por mais difícil que seja por conta dos enjoos, a escovação dos dentes e a limpeza completa da sua boca deve ser feita após as refeições ou pelo menos três vezes ao dia. Para dar uma mãozinha na remoção das bactérias acumuladas e ajudar a manter o efeito de proteção por bastante tempo, nada melhor do que usar um creme dental para proteção das gengivas. Com composição de Fluoreto de Estanho ele aumenta o poder antibacteriano, proporcionando mais proteção para o sorriso das futuras mamães, eliminando as bactérias dos dentes e gengivas.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Sérgio Siqueira Júnior - Especialista Periodontia e Implantologia
São Paulo - SP
CRO-SP: 50346

Mais Matérias: Gengivite
Quanto tempo dura a periodontite? Saiba como tratar a doença bucal e todos os cuidados para preveni-la ainda na gengivite
Gengivite
Quanto tempo dura a periodontite? Saiba como tratar a doença bucal e todos os cuidados...
A periodontite é uma das doenças bucais mais perigosas que podem atingir o seu sorriso. Causada pela...
com a participação de:
Renata Ribeiro Horn
CRO/RJ: 30422
A escova de dentes elétrica ajuda no tratamento da gengivite? Entenda os benefícios desse produto de higiene bucal
Gengivite
A escova de dentes elétrica ajuda no tratamento da gengivite? Entenda os benefícios...
Por qual motivo você escova os dentes? Apenas por ser uma obrigação ou para que o seu sorriso...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO /RJ 38947
Doenças bucais, como a gengivite, podem prejudicar o tratamento do coronavírus?
Gengivite
Doenças bucais, como a gengivite, podem prejudicar o tratamento do coronavírus?
Gengivite, periodontite, cárie...  Essas doenças bucais são um verdadeiro perigo para...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Profilaxia dental: por que fazer? 6 problemas bucais que o procedimento é capaz de prevenir
Gengivite
Profilaxia dental: por que fazer? 6 problemas bucais que o procedimento é capaz de...
Ir ao dentista tem uma porção de vantagens. Desde tratar uma incômoda dor de dente , até...
com a participação de:
Sandra Regina de Oliveira Torres
CRO-SP:113237
O que é bom para desinflamar a gengiva? Dentista revela 7 tratamentos eficazes para gengivite
Gengivite
O que é bom para desinflamar a gengiva? Dentista revela 7 tratamentos eficazes para...
Além dos dentes, a gengiva é uma parte da arcada dentária que guarda muita sensibilidade. Esse...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Bolha na gengiva é um sinal de gengivite? Dentista explica se há relação entre os dois problemas bucais
Gengivite
Bolha na gengiva é um sinal de gengivite? Dentista explica se há relação entre os dois...
Você notou o surgimento de uma bolha na gengiva ? Então, é importante ligar o sinal de alerta!...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380