Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB

Freio da língua curto pode interferir na amamentação? Dentista esclarece a questão

  Conhecida como "língua presa", a anquiloglossia pode provocar problemas tanto na amamentação, quanto na fala do bebê. Saiba mais sobre esse transtorno
Conhecida como "língua presa", a anquiloglossia pode provocar problemas tanto na amamentação, quanto na fala do bebê. Saiba mais sobre esse transtorno

Expert

Renata Paraguassu

Renata Paraguassu

CRO-RJ: 24711

Cirurgiã-dentista da Clínica Vivah Odonto com graduação em Odontologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Especialista em Ortodontia, Ortopedia Funcional dos Maxilares e Implantodontia. Mestranda em Reabilitacao Oral.

Logo nos primeiros meses do bebê, a boquinha é um dos principais aspectos para se ficar atento: observar se o freio da língua é mais curto do que o normal, por exemplo, é importante para evitar que problemas possam afetar a criança futuramente. Para entender um pouco mais sobre essa anomalia e como ela interfere na saúde do bebê e no processo de amamentação, o Sorrisologia conversou com a dentista Renata Paraguassu, que esclareceu a questão. Confira!

O que é anquiloglossia e como ela pode afetar a amamentação?

A anquiloglossia é uma condição popularmente conhecida como “língua presa”. Segundo a especialista, ela é caracterizada pelo encurtamento do tecido que conecta a língua com o assoalho bucal. Por conta desse problema, é comum que alguns bebês apresentem mais dificuldade no processo de amamentação. “A restrição na movimentação da língua pode causar dificuldade na execução da sucção no seio materno, conhecido também como movimento de "ordenha"”, esclarece Renata.

Como identificar se seu filho possui o freio da língua curto? Se sim, quais são as principais recomendações?

Descobrir se seu filho possui ou não a língua presa não é tão difícil quanto parece. Segundo as orientações da dentista, basta pedir para que a criança coloque a língua para fora; nos casos de bebês, segurar a ponta da mesma e tracioná-la levemente. “Caso a anquiloglossia esteja presente, a ponta da língua será passível de ser estendida por curta distância, no limite dos incisivos inferiores. Em casos mais acentuados, a ponta da língua adquire um formato de coração ao ser colocado para fora”, indica. Quando isso acontece, cabe aos pais a levar a criança o quanto antes ao odontopediatra, para que este possa dar a melhor forma de condução do caso.

Quais são os tratamentos disponíveis para corrigir o freio da língua? Como eles são feitos?

O tratamento pode variar desde uma simples fonoterapia até uma possível cirurgia, dependendo muito da análise de cada caso, que deve ser sempre orientada por um profissional da área. A fonoterapia auxilia no tratamento através de exercícios de motricidade oral, realizada por um fonoaudiólogo após o encaminhamento do odontopediatra. “Já a cirurgia pode ser de dois tipos: a frenotomia, onde ocorre a remoção de parte do tecido, ou a frenectomia, onde se remove todo o tecido do freio lingual. Dependendo das circunstâncias, esse procedimento deve ser realizado em ambiente hospitalar.”
Caso não seja realizado o tratamento correto, a criança pode passar a ter dificuldades na alimentação, consequentemente gerando perda de peso. Além disso, problemas na fonoarticulação também podem ocorrer.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Renata Paraguassu - Cirurgiã-dentista da Clínica Vivah Odonto
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 24711

Mais Matérias: Saúde Bucal Infantil
Como evitar cáries no dente de leite?
Saúde Bucal Infantil
Como evitar cáries no dente de leite?
Ninguém pode negar: a cárie é a maior vilã da saúde bucal infantil. Causada pelo acúmulo de placa bacteriana na cavidade oral, a doença pode atingir os dentes de leite e trazer bastante incômodo para as crianças. A boa notícia é que existem algumas medidas simples e caseiras...
Saúde bucal do bebê: veja todos os cuidados que você deve ter com sorriso do seu filho
Saúde Bucal Infantil
Saúde bucal do bebê: veja todos os cuidados que você deve ter com sorriso do seu filho
Não dá para negar: todo cuidado é pouco quando se trata da saúde bucal infantil . Mas, ao contrário do que muitos acreditam, o acompanhamento odontológico não deve ser feito a partir da troca de dentes. Na verdade, os cuidados devem começar já nos primeiros dias de vida do bebê,...
Tratamento de bruxismo infantil: a placa de proteção pode ser usada nessa idade?
Saúde Bucal Infantil
Tratamento de bruxismo infantil: a placa de proteção pode ser usada nessa idade?
Você já ouviu falar em bruxismo infantil ? Caracterizado pelo hábito de ranger e apertar os dentes, esse problema atinge principalmente crianças de até 6 anos - justamente o período em que há um maior desenvolvimento da arcada dentária. E, para evitar problemas maiores, é muito importante...
Dente de leite que não amolece: odontopediatra explica o que é e todos os cuidados com a saúde bucal da criança nessa época
Saúde Bucal Infantil
Dente de leite que não amolece: odontopediatra explica o que é e todos os cuidados com...
A troca entre os dentes de leite para os permanentes ocorre por volta dos 6 anos de idade e se estende até...
com a participação de:
Joaquina Santos Diniz
CROSP 115.367
Higiene bucal do dente de leite mole: como fazer? Todos os cuidados para evitar sangramento na gengiva
Saúde Bucal Infantil
Higiene bucal do dente de leite mole: como fazer? Todos os cuidados para evitar sangramento na...
O cuidado com os dentes de leite é um assunto que gera muitas dúvidas, afinal, eles são temporários e logo deixarão de existir para dar lugar aos dentes permanentes . Quando os dentes estão em fase de troca, ou seja, quando estão moles, é mais difícil ainda lidar com a higiene bucal dos...
Limpador de língua infantil: o que é? Como usar? A importância dessa higiene bucal desde a primeira idade
Saúde Bucal Infantil
Limpador de língua infantil: o que é? Como usar? A importância dessa higiene bucal...
O limpador de língua é uma ferramenta fundamental para a higiene bucal. Embora seja pouco conhecido,...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380