Depois de algumas semanas de tratamento você finalmente conseguiu o resultado que queria: o sorriso está mais branco do que nunca! Tudo parecia ótimo até uma sensação incômoda nos dentes não deixar dúvidas: eles, apesar de mais clarinhos, também estão mais sensíveis. E agora, como resolver o problema? Confira a opinião dos profissionais Quesia Cardoso e Flávio Luposeli e tire suas dúvidas sobre o assunto.

Desvendando a situação

Para entender como o quadro de sensibilidade se instala após o clareamento, é importante entender como a técnica funciona. Segundo os dentistas, o que acontece nos dentes é uma reação química de oxidação, em que o peróxido de hidrogênio atua quebrando as ligações de pigmentos e, assim clareando o sorriso. “Essa reação causa uma desmineralização superficial do esmalte e esse pode ser um dos motivos para que a sensibilidade aconteça”, explica Flávio.

Por que isso acontece?

Os especialistas esclarecem que é importante considerar a interferência de fatores específicos ao procedimento e que influenciam diretamente na sensação de dentes mais sensíveis:

- Aplicação de luz led ou laser no caso de clareamentos feitos em consultório odontológico (pois acelera a reação química e o calor gerado pode ser um fator atenuante para a sensibilidade);

- Concentração do peróxido de hidrogênio presente no gel clareador (quanto maior a concentração da substância, maior o risco);

- Tempo em que o gel está em contato com a superfície dentária.

Ainda sobre o gel clareador, Quésia faz uma observação sobre a quantidade do produto quando aplicado pelo paciente nos casos em que a técnica é feito de forma caseira. “É importante orientar que o gel não poder entrar em contato com a gengiva, pois causa uma "queima" neste tecido. A quantidade aplicada deve ser pequena, afinal, não é ela que promove o clareamento, e sim o contato com a superfície dental, por menor que seja”.

Alternativas para tratamento da sensibilidade

Para resolver o problema, uma alternativa possível é promover a remineralização dos dentes com a ajuda de substâncias como o flúor e cálcio. “Alguns profissionais indicam e aplicam flúor logo após a sessão de clareamento, já outros aconselham o uso de géis à base de fosfato de cálcio, que age fechando os túbulos dentinários e integrando-se a estrutura dental. Além disso, indica-se o uso de cremes dentais específicos para dentes sensíveis”, explicam os dentistas.

Previna-se nas próximas vezes

E se depois dessa experiência você ficou mais temeroso em repetir o procedimento no futuro, Quesia e Flávio garantem que não é preciso ter medo: é possível se prevenir. Segundo eles, antes de qualquer coisa, o dentista deve avaliar todos os fatores que podem aumentar o risco do problema e, caso o paciente já sofra com a sensibilidade, tratá-la antes de pensar em deixar os dentes mais brancos. Assim você conseguirá se proteger de qualquer incômodo e curtir ao máximo o novo sorriso.

- Flávio Luposeli - Especialista em Dentística CRO-SP: 60866

- Quesia Cardoso - Clínica Geral CRO-BA: 11.891