O nascimento dos primeiros dentinhos é sempre um momento marcante para os pais, mas outro momento igualmente importante é quando eles começam a cair. Para que haja espaço para a dentição permanente, chega uma fase da infância – normalmente a partir dos 6 anos de idade – em que os dentes de leite começam a ficar molinhos, e logo vem aquela dúvida: é melhor arrancar de uma vez ou esperar cair sozinho? Será que é melhor extrair em casa ou procurar um dentista para fazer isso? A odontopediatra Simone Bastos esclarece tudo isso!

Dentes moles devem ser extraídos por um dentista?

Como a esfoliação do dente de leite é um processo totalmente natural e fisiológico, a especialista afirma que pode acontecer com tranquilidade em casa, sem que haja a intervenção de um profissional. “Não é preciso nenhum tipo de intervenção maior: apenas explique para seu filho o que vai acontecer, para que ele não tenha medo de perder o dente”, orienta. Entretanto, em casos mais específicos – como quando o dente permanente irrompe e o de leite ainda não amoleceu – o auxílio profissional pode ser necessário. O ideal é que não se force a extração desse dente não amolecido, pois como pode ainda haver raiz, corre-se o risco de fratura, em que a criança sente muita dor.

Extrair dente de leite em casa pode ser perigoso?

Se seu filho está passando por essa fase agora, pode ficar tranquilo! Não há risco algum em arrancar os dentinhos, desde que eles estejam bem amolecidos e apenas “pendurados” na cavidade oral. Mas é preciso ter muita atenção, pois isso só vale quando o dente realmente já está bem molinho. Aqueles que ainda estão presos e firmes não devem ser extraídos pela força: tem que esperar até que eles estejam moles para que seja feita a retirada, conforme explica Simone.

Normalmente quando esse processo é feito em casa, quase não ocorre sangramento – se acontecer, basta segurar um algodão sobre a região, de acordo com a odontopediatra. “Depois disso, não peça para a criança fazer bochechos com água ou comer algo, é melhor aguardar pelo menos 30 minutos para ingerir uma bebida ou um alimento.”

É melhor arrancar o dente de leite à força ou esperar que ele caia naturalmente?

Forçar nunca é uma boa opção! Além de correr o risco de machucar a criança, arrancar antes da hora pode trazer um certo trauma para os pequenos, que podem ficar com medo das futuras trocas de dentes. “A troca de dente quando feita no momento certo é indolor, então deve-se esperar a completa reabsorção da raiz pelo organismo desse dentinho”, indica. Dessa forma, a queda será natural e não haverá necessidade de usar a força.

Além disso, a profissional explica que não dá para estimar com exatidão o tempo que leva para um dente de leite cair, mas é muito comum que leve mais de um mês para que o dente comece a amolecer até que ele realmente caia. Não precisa se preocupar, viu?

As recomendações para esse momento

Com os dentes começando a amolecer, as crianças costumam ficar bem tentadas a puxá- los e arrancá-los de uma vez, mas isso está longe de ser recomendado. Segundo Simone, os pais devem manter a calma e explicar para a criança que tentar remover o dente antes da hora pode machucar e atrapalhar o nascimento do permanente. “Em algumas situações, o dente fica solto, mas não chega a cair. Nesse caso, os pais – ou mesmo a criança – podem dar uma ajudinha e retirar o dente, pedir para o filho comer alimentos duros, como uma maçã, que pode ser aquele empurrãozinho que estava faltando; ou então tente removê-lo com uma gaze, balançando para a frente e para trás e dando uma puxadinha (mas só se estiver molinho, ok? Se sentir que ainda está difícil, espere mais alguns dias e tente de novo)”, aconselha.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Simone Rocha de Moraes Bastos - Odontopediatra e consultora Oral-B
Cabo Frio - RJ
CRO-RJ: 4081