A extração de um dente pode ser um momento de nervosismo para o paciente. Com a ajuda e orientação de um profissional, esse momento consegue ser mais tranquilo. Para isso, há cuidados importantes a seguir no pós-operatório da extração dentária. Segundo a dentista Thalita Costa, se o(s) dente(s) foram removidos, deve-se obrigatoriamente substituir os espaços vazios por dentes artificiais, já que uma mastigação deficiente ou ausente, compromete muito a qualidade de vida das pessoas. "Pode-se lançar mão de implantes, próteses com substituição de um, alguns ou de todos os dentes", explica ela. Além disso, a colaboração do paciente é essencial para a recuperação e cicatrização do dente extraído. Confira esses cuidados que a profissional recomendou como pós-cirúrgico.

Repousar após a extração é essencial

1 - Evite falar muito. Após levantar da cadeira do dentista, é importante não fazer esforço com a região bucal. Assim, você contribui para que não fique com desconforto na área do dente extraído e até inchaço.

2 - Ficar em repouso o maior tempo possível nos três primeiros dias. Mantenha a cabeça mais elevada do que o resto do corpo por um período de 24 horas após a cirurgia de extração.

3 - Não ficar exposto ao sol, evite atividades físicas e evite banhos muito quentes nos 5 primeiros dias.

A alimentação deve ser repensada no pós-operatório da extração dentária

4 - Não deixar de se alimentar, mas evite alimentos que possam ferir a área operada. Evite alimentos quentes nos primeiros dois dias após a cirurgia. Prefira os gelados ou frios para prevenir possíveis sangramentos.

5 - A alimentação deve ser líquida ou pastosa mornas/frias nos 2 primeiros dias, fracionadas de 3 em 3 horas (ex.:leite, sucos, vitaminas, sorvetes, picolés, mingau, iogurtes, gelatina, sopas, caldos, purês, alimentos batidos no liquidificador, macarrão, etc.).

6 - Tome água à vontade, pois a hidratação é cuidado importante.

7 - Não faça movimentos de sucção. Nesses dias, é importante não usar canudos e até garrafinhas para ingerir os líquidos. A dica é utilizar um copo para beber.

Cuide da higienização na área do dente extraído

8 - Higienizar a área operada, sempre na frente do espelho, utilizando corretamente o fio dental e a escova de dentes com cerdas macias, com quantidade reduzida de creme dental, para que se forme pouca espuma.

9 - Utilizar um cotonete embebido de água filtrada ou enxaguante bucal sem álcool a base de clorexidina, como auxiliar para remover os restos de alimentos que ficam retidos nos pontos. Escove o dorso da língua. Não deixar que os pontos fiquem brancos!

10 - Não bochechar vigorosamente nos 4 primeiros dias. Apenas lave a boca com água, banhando a área operada cuidadosamente e cuspa para remover a espuma da pasta de dentes. Assim, é possível evitar possíveis sangramentos.

A ferida da extração precisa de cuidados

11 - Não fique cuspindo por qualquer motivo.

12 - Nos 2 primeiros dias, colocar compressas geladas próxima à região operada, utilizando um saco plástico e grande quantidade de gelo, protegendo a pele com uma toalha fina de algodão, hidratante ou vaselina sólida para não queimar a pele. As compressas de gelo deverão ser feitas por 20 minutos, seguidos, obrigatoriamente, de um período de descanso de outros 20 minutos; após esse período, fazer nova aplicação de gelo por mais 20 minutos, e assim por diante até 24 horas para evitar possíveis inchaços.

13 - Não passe a língua, dedo ou qualquer objeto na área operada. Esse descuido pode atrapalhar e aumentar o tempo do processo de cicatrização da extração dentária.

14 - Em casos de sangramento excessivo e contínuo (hemorragias), morder a região operada com gaze estéril, pressionando o local operado de forma ininterrupta. Caso o sangramento não pare, entrar em contato com o seu cirurgião-dentista.

15 - É normal a sensação de gosto de sangue com saliva na boca, e o sangramento pequeno na primeira noite, podendo inclusive manchar a roupa de cama. Para evitar que isso ocorra, durma com 2 travesseiros.

Outros cuidados após a extração dentária

16 - Se for fumante, tente não fumar ou ao menos reduza a quantidade de cigarros até a cicatrização do corte.

17 - Não tome bebidas alcoólicas de nenhuma espécie.

18 - A prescrição medicamentosa deve ser seguida à risca, os horários das medicações devem ser rigorosamente respeitados. Em caso de dor forte ou febre, entrar em contato com o seu cirurgião-dentista o mais breve possível.

19 - Não deixe de comparecer à consulta de retorno para a remoção dos pontos e avaliação da cicatrização.

20 - Não dê ouvidos a qualquer conselho doméstico. Não tome nenhum medicamento por conta própria. O seu cirurgião-dentista é o profissional mais habilitado para resolver suas dúvidas.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Thalita Costa - Cirurgiã-dentista
Rio de Janeiro-RJ
CRO-SP: 113895


Originalmente publicada em 04/05/2016
Atualizada em 18/12/2018