O aparelho ortodôntico é uma maneira eficaz para corrigir casos de má oclusão na arcada dentária e, assim, alcançar um sorriso perfeito. Existem os mais diversos motivos para usá-lo, desde questões estéticas até as funcionais. Ou seja, o aparelho dentário é capaz de arrumar um desalinhamento dos dentes, uma má oclusão e até problemas de mastigação, por exemplo. Geralmente iniciado ainda na infância, o tratamento ortodôntico proporciona resultados excelentes desde que cumprida todas as etapas. No entanto, se por algum motivo o paciente não iniciou o uso do aparelho na infância, pode ser tarde demais iniciá-lo na vida adulta? O dentista Marcos de Borba explicou se existe um limite de idade para começá-lo.

Com que idade é possível começar o uso do aparelho ortodôntico?

Assim como explica o profissional, o início do tratamento deve ser no momento em que houver o diagnóstico de uma má oclusão. Dessa maneira, a intervenção deve acontecer independente da idade, mesmo nos casos de pacientes ainda na infância. “Se for observado algum problema de oclusão ou mau posicionamento dentário, devemos interceptar”, ressalta. Essa atitude é de suma importância, pois, nesses quadros ainda em fase de crescimento, as movimentações apresentam menor complexidade. Isto porque os ossos do pequeno são mais maleáveis, facilitando o reposicionamento. Além disso, o dentista destaca que, geralmente, a partir dos oito anos o problema pode começar a ser notado e este é um momento ideal para iniciar o tratamento.

Existe um limite de idade para começar a usar o aparelho ortodôntico?

Essa dúvida é uma das mais frequentes entre os pacientes. “Não existe uma idade limite para se iniciar um tratamento ortodôntico”, afirma o especialista. Durante a consulta, o profissional irá avaliar se os dentes estão saudáveis e em boa saúde periodontal. Incluindo então, verificar se não há perda óssea, inflamações gengivais e mobilidade dentária. Além disso, é importante analisar a inserção dos dentes. Com todos esses fatores em normalidade, o tratamento ortodôntico pode ser iniciado seguramente.

O que muda no tratamento ortodôntico de acordo com a idade?

Uma resposta melhor da movimentação dentária é apresentada por pacientes mais jovens, já que possuem maior facilidade para esse resultado. “Porém, pacientes adultos costumam ser mais colaboradores e disciplinados durante o tratamento ortodôntico”, ressalta o ortodontista. Na maioria dos casos, eles possuem maior paciência e cuidado com a higiene bucal. Além disso, são também mais cautelosos com a alimentação e, por isso, quebram menos os dispositivos do aparelho. Assim, o tratamento continua em seu andamento previsto.

Sobre os cuidados com o aparelho ortodôntico

Quanto mais velho o paciente for, maior deve ser a atenção no momento de aplicação de força na manutenção do aparelho. “Com o passar dos anos, naturalmente começamos a ter perda óssea e possibilidades de mobilidade dentária”, esclarece Marcos. Para completar, conforme a idade aumenta, os ossos vão perdendo um pouco de sua plasticidade, o que traz uma dificuldade para a movimentação ortodôntica. A força aplicada deve ser mais leve e cautelosa, o que pode resultar em um aumento no tempo de tratamento, já que a movimentação é mais lenta.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Marcos de Borba - Ortodontista
Porto Alegre - RS
CRO-RS: 12129