Quem deseja passar por um clareamento dental sonha com o momento em que, finalmente, terá dentes perfeitos como os de um artista de cinema. Sem dúvidas, é um dia muito esperado. Feito com o dentista certo e seguindo todas as orientações do profissional, não tem como o procedimento dar errado ou sofrer com os efeitos colaterais da técnica. Mas do contrário, sensibilidade, manchamento e dentes exageradamente brancos podem ser alguns dos problemas. Quer saber como evitar tudo isso? A especialista em Dentística Kalina Diniz explica.

Nada de sensibilidade

Apesar do clareamento ser um procedimento abrasivo, é possível passar pelo tratamento sem sentir aquela dorzinha chata da sensibilidade dentária. "Há muitos casos em que o paciente não relata nenhuma sensibilidade e há alguns casos em que pacientes relatam um leve desconforto, o que é considerado normal", conta a especialista. Caso a pessoa relate um incômodo insuportável, ai sim se torna algo preocupante. 

Se você não quer ter nenhuma dor de dente por isso, algumas recomendações são importantes e servem para minimizar os reflexos da sensibilidade. "Fazer aplicação de flúor ou dessensibilizante no consultório do dentista até o final do tratamento, fazer bochechos com Flúor de duas a três vezes durante o tratamento, evitar alimentos cítricos, redução da concentração dos agentes clareadores, diminuição do tempo, uso de analgésicos e anti-inflamatórios".

Nenhuma manchinha

Durante o período de clareamento dental, alguns sacrifícios serão necessários para que se consiga alcançar o resultado estético satisfatório. Se você quer tanto ter um sorriso branco, isso não vai depender apenas do tratamento, mas, também, da sua dedicação e paciência com o que vai comer no dia a dia. "Deve-se evitar alguns alimentos que tenha corantes como café, vinho tinto, refrigerante a base de cola, açaí, molho de tomate, entre outros", afirma Kalina. Descartando esses alimentos, pelo menos durante o período de branqueamento, não vai ter nenhuma manchinha no sorriso para contar história. 

Um sorriso natural 

Tem outro problema que muitos pacientes têm medo de enfrentar com o clareamento: o risco dos dentes ficarem exageradamente brancos, a ponto de uma aparência artificial. Mas tem um jeito de evitar que esse acidente aconteça. "Deve-se procurar um bom profissional, o qual domine a técnica e obedeça as recomendações dos fabricantes dos clareadores dentais".

Na hora de escolher o dentista, peça para ver os procedimentos já feitos. Converse com o especialista e diga a cor que realmente atende suas necessidades. Um bom relacionamento entre profissional e paciente é essencial para o tratamento ser um sucesso. 

Como manter o efeito White?

Depois de todas as sessões de clareamento seu dente atingiu a cor que você tanto sonhou. E agora você precisa cuidar para que esse efeito fique por muito tempo estampado no sorriso. Não tem mistério. Basta começar a higiene com o fio dental, escovar os dentes muito bem, mantendo dois minutos de escovação, sem esquecer de finalizar com o enxaguante bucal. Fazer este ritual todos os dias após as refeições, sua boca ficará sempre saudável, limpinha e longe de qualquer problema.