A alegria de usar aparelho dentário para enfim corrigir o sorriso logo foi substituída pelo pavor da notícia sobre o uso de espaçadores ortodônticos. Essa é uma das etapas do início do tratamento, mas você soube da dor que eles causam e se perguntou se era assim mesmo necessário. A verdade é que eles incomodam sim, mas é importante passar por ela. Para você enfrentar sem grandes problemas, trouxemos algumas explicações e dicas do dentista Renato Murakawa. Veja a seguir!

O que é o espaçador ortodôntico e sua função?

Espaçador ortodôntico é uma borrachinha elástica bem pequena que é utilizada antes dos pacientes colocarem o aparelho ortodôntico e que, de acordo com o dentista, possui bastante elasticidade. A sua função é abrir espaço para as bandas do aparelho ortodôntico se encaixarem nos dentes.

O item é indicado quando há necessidade de uso de bandas ortodônticas, que são anéis metálicos que precisam ser cimentados na circunferência do dente. Para que a banda entre na posição correta, faz-se necessário desencostar o dente da banda dos seus vizinhos. Porém, em alguns casos, o dentista afirma que o espaçador pode ser utilizado para outras finalidades. “O dispositivo pode ser usado para visualizar cáries existentes entre os espaços interdentais”, afirma.

Por que o espaçador ortodôntico provoca dor?

Mesmo sendo uma peça tão pequena, você deve estar se perguntando como pode causar tanta dor. A resposta está no movimento que ele faz, pois o acessório empurra os dentes estirando as fibras do ligamento periodontal que possuem alta sensibilidade. Para amenizar as dores do tratamento, Renato ajuda: “Se o incômodo for classificado como muito forte, pode-se utilizar analgésicos para aliviar a dor, com orientação do dentista”,diz.

O profissional de odontologia ainda pode ajudar agilizando o intervalo entre as consultas de colocação do espaçador e fazendo a cimentação das bandas. “Na maioria dos casos, 24 horas são suficientes para que abra o espaço necessário entre os dentes”, comenta.

O dentista faz uma última advertência sobre pacientes que decidem tirar as borrachinhas por conta própria e não seguem o tratamento. “Nunca é indicada a remoção, pois isso só adiará o procedimento ortodôntico, tendo que ser colocado novamente”, finaliza. Portanto, se a dor persistir, a dica é procurar seu dentista e pedir ajuda. Não tome nenhuma atitude por conta própria.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Renato Murakawa - Especialista em Prótese Dentária
Araçatuba - SP
CRO-SP: 97943