Desde os primeiros dentinhos de um bebê até o início da sua adolescência é de extrema importância que os pais acompanhem e auxiliem de perto a saúde bucal de seus filhos. Ensinar a maneira correta de se fazer a higiene bucal ajuda na prevenção de diversas doenças e acompanhar os pequenos de perto no momento de escovar os dentes pode evitar que possíveis acidentes aconteçam. O Sorrisologia separou algumas dicas importantes para você participar em cada momento da escovação do seu filho! Afinal, esses cuidados podem evitar problemas futuros para essas crianças.

Fio dental também é para crianças

A criança não só pode como deve usar o fio dental após as principais refeições do dia e antes de dormir, mesmo que a ela possua poucos dentinhos. Apesar deles ainda serem separados, é importante o uso do fio dental para que restos de alimentos não fiquem retidos entre esses espaços. Para as crianças menores, os pais podem realizar essa limpeza nas primeiras vezes e, quando elas já estiverem um pouco mais crescidas, podem ter autonomia, desde que o responsável acompanhe esse momento de perto para evitar acidentes.

Quantidade de creme dental

Cerdas da escova de dente todas preenchidas de creme dental não significa uma escovação melhor. O segredo mesmo está no capricho durante os movimentos. Esse excesso de creme, por outro lado, pode ser até prejudicial para as crianças. Isso porque ele pode provocar a fluorose dental, que são manchinhas brancas nos dentes causadas por excesso de flúor, e que podem permanecer nos dentes até a fase adulta. Dentistas recomendam que a escovação seja feita com quantidades predeterminadas de creme dental. Para as mais novas, é importante que a quantidade seja equivalente a meio grão de arroz em cada escovação. Depois, com o passar dos anos, um grão inteiro. E ao chegar na fase adulta, essa proporção pode ser aumentada para um grão de ervilha por escovação.

Levar ao odontopediatra para tirar dúvidas

É de extrema importância que os pais não esperem os filhos terem problemas bucais para levá-los à sua primeira consulta ao dentista. Além disso, acostumar as crianças com o ambiente do consultório dentário faz com que o relacionamento da família e do profissional com os pequenos seja mais natural e pode trazer uma experiência mais prazerosa para a criança. Fique atento também às consultas de rotina, ao menos de 6 em 6 meses para checar como anda a saúde da criança. Esteja sempre por perto para seu filho sorrir mais e melhor!

O resultado: dentes mais saudáveis e adultos mais conscientes

Incluindo pequenos hábitos de higiene na rotina dos seus filhos é possível evitar diversos problemas futuros relacionados com a sua saúde bucal, como uma inconveniente cárie, por exemplo. Como os filhos são o espelho dos pais, esse acompanhamento desde pequeno faz com que eles tornem-se adultos mais conscientes da importância dos cuidados bucais. Consequentemente, eles irão transmitir esse aprendizado aos seus futuros filhos, perpetuando os hábitos de higiene e garantindo gerações com sorrisos cada vez mais saudáveis.