Os itens de higiene são indispensáveis para que sua cavidade bucal mantenha-se livre de problemas. Eles são de uso diário e precisam atender às necessidades bucais de cada pessoa. Pacientes com próteses ou aparelhos ortodônticos são exemplos de quem precisa redobrar a atenção durante a higienização e fazer uso de itens adicionais. Para dar uma ajudinha nesse momento, foram desenvolvidos itens específicos para esses quadros, como a escova interdental. Saiba mais sobre esse objeto importante com as explicações do dentista Fernando Vinícius Vargas.

Conheça mais sobre a escova interdental

A escova de dente é um item muito importante para a higiene bucal. Aliada ao creme e fio dental, ela é responsável pela limpeza e proteção dos dentes. No entanto, sua ação pode não estar sendo mais tão satisfatória. Pensando nisso, foram desenvolvidos outros modelos para casos indicados. “A escova interdental é uma pequena escova feita para limpar a placa bacteriana, restos de alimentos e bactérias que ficam acumulados entre os dentes, assim como fio dental, prevenindo a inflamação gengival e cáries”, explica o profissional. O item, que possui cerdas cônicas ou cilíndricas, é indicado para pacientes que usam aparelho ortodônticos, implantes, coroas, pontes fixas ou com espaços maiores entre os dentes.

Como devo usar a escova interdental?

Os pacientes que são indicados a usar a escova interdental devem seguir as orientações. “Para utilizar a escova interdental, deve-se deslizar perpendicularmente fazendo movimento de fora para dentro da boca”, conduz Vinícius. E então, você deve deixar que o item deslize com facilidade, sem fazer pressão. Além disso, o dentista já alerta para casos em que a gengiva sangre um pouco ou o paciente sinta um pequeno desconforto nas primeiras vezes de uso. “Isso quer dizer que pode existir uma inflamação provocada pela placa bacteriana”, comenta ele. Procure o dentista

Quais são os benefícios de usar a escova interdental?

Assim como o modelo tradicional de escova de dentes, a escova interdental também tem como objetivo principal a higiene bucal adequada. “Os benefícios seriam eliminar restos de alimentos e bactérias que ficam acumulados e trazem diversas consequências negativas para a saúde da boca”, destaca o profissional. Entretanto, o paciente que não faz uso adequado do item pode apresentar alguns problemas, principalmente quando deixa que os espaços entre os dentes acumulem sujeiras. “Os microrganismos podem agir livremente, provocando mau hálito, cáries, inflamações nas gengivas e outros problemas”, alerta ele.