Desde que chegaram ao mercado, as escovas elétricas se tornaram as queridinhas de quem gosta de produtos mais modernos e eficientes. Mesmo que a grande maioria ainda prefira as escovas tradicionais (principalmente devido ao preço), o modelo elétrico é uma grande inovação odontológica e que traz muitos benefícios para a saúde bucal do paciente. Mas será que essa ferramenta é recomendada para todas as idades? Crianças, adultos e idosos? Ou será que há restrições? Confira o que o cirurgião-dentista Johnathan Marcondes têm a dizer sobre o assunto!

A escova elétrica pode ser usada em todas as idades?

Por mais que o modelo seja muito eficaz na redução de placa e gengivite, crianças muito pequenas, que estão aprendendo a escovar os dentes, não devem usar a escova elétrica sem acompanhamento de um adulto. Para evitar que problemas aconteçam, Johnathan recomenda que é fundamental o auxílio de um profissional para avaliar e orientar da melhor maneira possível os responsáveis sobre o uso dessa ferramenta.

Como as crianças podem se beneficiar da escova de dentes elétrica?

Mesmo que as escovas elétricas não sejam recomendadas para os muito pequenos, as crianças mais crescidinhas (a partir dos 6 anos de idade) podem adquirir um modelo infantil que é tão eficiente quanto o de adulto. Como nessa fase elas começam a ter maior autonomia e gostam de tentar fazer tudo sozinhas - inclusive a higiene dental -, a ferramenta pode ser de grande ajuda na hora de escovar os dentes. “Além de motivar a criança a fazer a sua limpeza dentária, a escova de dente elétrica diminui a força da escovação”, conta o dentista.

As vantagens na fase adulta e terceira idade

1) Facilita o processo de escovação, já que exige menos movimentos manuais;
2) Os modelos elétricos normalmente têm cabos maiores, tornando as escovas mais ergonômicas;
3) Pacientes com dificuldades motoras ou destreza manual reduzida conseguem escovar os dentes facilmente com esse modelo;
4) Elas oferecem recursos incríveis como o timer, que indica o tempo ideal da escovação (2 minutos), os sensores, que alertam se houver força excessiva durante a escovação, e algumas também contam com um dosador de pasta de dente acoplado;
5) Os movimentos das escovas elétricas promovem uma limpeza mais profunda;
6) Esse modelo tem diferentes modos de limpeza, permitindo que o paciente personalize a sua escovação;

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Johnathan Marcondes - Cirurgião-Dentista
Parauapebas, PA
CRO-PA: 4456