“Cada vez mais as pessoas se interessam por tudo o que envolve tecnologia, e não seria diferente quando o assunto envolve saúde bucal”, fala muito bem a ortodontista Andréia Cotrim. A tecnologia vem andando lado a lado com a odontologia. E não é só o final do nome que eles têm em comum, muitas pessoas adoram estar a par das novas invenções e nada mais divertido do que colocá-las no cotidiano. Entre muitas novidades, a escova de dentes elétrica conquistou muitos sorrisos! Você sabe quais são os benefícios dela para os pacientes que utilizam aparelho ortodôntico? A dentista Andréia Cotrim explica:

A escova elétrica é indicada para pacientes específicos

Qualquer um consegue utilizar bem essa tecnologia, mas ela é especialmente indicada para algumas pessoas, como reforça a dentista. “Vem sendo largamente indicada em pacientes que apresentem higiene deficiente ou ainda aqueles que escovam os dentes com muita força, causando problemas para os dentes e/ou gengivas”, afirma. Essas escovas também são ótimas para pessoas com algum tipo de deficiência motora e que estão em algum tratamento ortodôntico.

As cerdas das escovas elétricas são ainda mais finas

A maior qualidade é o fato de elas conseguirem alcançar locais de difícil acesso. Dessa forma, a escova elétrica remove a placa bacteriana com uma maior precisão. “Elas possuem movimentos padronizados em todo o tempo de uso, o que claramente não é visto com uma escovação feita de maneira manual pelo paciente”, explica a especialista.

Voltado para pessoas em um tratamento ortodôntico, o uso das escovas elétricas também pode ser muito proveitoso. Suas cerdas são mais finas do que as das convencionais, alterando a forma com que a escovação é feita. “Desta maneira, ela alcança todos os lados do aparelho e dos dentes limpando-os por completo”, comenta.

Como deve ser feita a escovação elétrica?

A escovação, nesses casos, é bem mais simples. Afinal, é preciso realizar pouquíssimos movimentos. Mas, ainda assim, existem recomendações dos dentistas. Andréia explica que uma grande dica é ligá-la apenas quando estiver posicionado sobre os dentes. Assim, a pasta de dente não voa pelo banheiro. Já imaginou? Uma outra dica é relacionada ao posicionamento e à angulação. “Tente mantê-la sob 45 graus para que alcance todas as áreas e evitar colocar muita força”, recomenda.

É importante não pressionar os dentes muito forte, já que pode causar feridas à gengiva. “Já existem modelos que indicam em seu visor a pressão correta durante a escovação, o que torna ainda mais fácil e estimulante”, comenta. Se você já vem paquerando uma escova elétrica há um tempo, converse com seu dentista para saber mais opções disponíveis no mercado ;)

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Andréia Cotrim Ferreira - Ortodontista
São Paulo - SP
CRO-SP: 39000