Existe uma escova de dentes ideal para cada sorriso? No mercado, contamos com vários modelos que ajudam na limpeza e tratamento bucal de muitos pacientes, desde aqueles que usam aparelho ortodôntico até os que estão tratando uma gengivite ou periodontite. No caso da escova elétrica, embora seja um pouco mais cara que os demais tipos, ela oferece uma série de funções e consegue ajudar na terapia de diferentes casos, mas a pergunta que fica é: a ferramenta é um bom investimento? O Sorrisologia entrevistou o dentista José Carlos Garófalo, que listou os motivos para adquirir uma escova elétrica.

Por que comprar uma escova elétrica? O profissional explica:

Esse item tecnológico de higiene bucal conta com muitos benefícios e o profissional revela todas eles para os pacientes investirem nesse modelo: “Percebo que a escova elétrica deixa uma sensação de dentes mais limpos, como se estivessem saído de uma sessão de profilaxia no consultório, o que os estimula a manter sempre uma higiene bucal mais bem feita”. Além disso, José ressalta que se torna mais fácil fazer com que as pessoas tenham um bom padrão de escovação com a escova elétrica, independente de idade e coordenação motora.

8 motivos para investir em uma escova elétrica

1. Controla o tempo de uma escovação recomendada pelos dentistas, que precisa levar dois minutos;
2. Suas vibrações contribuem para uma limpeza ainda mais profunda, dando uma sensação similar a profilaxia;
3. A bateria possui vida útil e capaz de durar até 10 dias;
4. Possui a cabeça arredondada capaz de envolver cada dente e acessar as regiões de mais difícil acesso;
5. Ela vem com sensores que indicam se você esteja colocando muita força na escovação;
6. Basta trocar o refil que é a parte da cabeça com as cerdas, o que fica mais barato para o seu bolso.
7. Facilita a higiene bucal de qualquer pessoa, principalmente dos pacientes que possuem dificuldade motora, como os idosos;
8. É ótima para gengivas, já que seus movimentos atuam para a remoção da placa, prevenindo e tratando as doenças gengivais e periodontais;

O dentista ainda elogia os recursos da escova na rotina das pessoas: “Vejo que com a escova elétrica os pacientes têm uma melhor percepção das áreas bem escovadas, o que os faz caprichar mais no processo. Eles também gastam mais tempo na escovação e ficam menos preocupados com a técnica correta, o que os torna mais receptivos a todo o processo de uma escovação adequada em toda a arcada e todas as superfícies dentes possíveis”, revelou.

Quando a questão econômica, o uso da escova elétrica vai promover a prevenção e manutenção da saúde bucal que vai refletir em custos muito menores com procedimentos odontológicos de maior complexidade e até sistêmicos.

Quem pode usar uma escova de dentes elétrica?

O profissional conta que não faz restrições de qual paciente pode usar escova elétrica. “Indico para todos, especialmente para os que têm alguma limitação ou dificuldade motora que dificultem a aplicação de técnicas convencionais de escovação. Para estes ela é especialmente estimulante. Mas todos os pacientes podem fazer uso de seus benefícios”, finalizou. 

Esse artigo contou com a participação de:
Prof Dr José Carlos Garófalo
Especialista e mestre em dentística restauradora
CRO-SP 36340