Vale a pena comprar uma escova de dentes elétrica? Essa é uma dúvida bastante comum entre as pessoas. A resposta de muitos dentistas para essa pergunta é: sim, compensa cada centavo incluir essa ferramenta na sua higiene bucal. Além de ser moderna e tecnológica, essa escova proporciona uma série de benefícios ao seu sorriso, sem falar que é bem fácil de usar. O Sorrisologia explicou tudo sobre esse item e os motivos para incluí-lo na rotina de cuidados com os dentes.

1. Escova de dentes elétrica, a pilha ou manual: entenda as diferenças

Escova manual: ela costuma ser a mais usada entre as escovas dentais. Sua principal característica é não exigir nenhum tipo de fonte de energia para ser usada. Desde que seja manuseada corretamente, essa ferramenta proporciona movimentos com precisão e eficiência, sem causar danos aos dentes e à gengiva. A cada três meses ou antes, sempre que as cerdas estiverem gastas, você precisa trocar a escova.

Escova à pilha: essa ferramenta possui a função de limpando a boca através de vibrações. Os movimentos devem ser feitos da mesma forma que com a escova manual, e não apenas encostá-la nos dentes. Com essa opção é possível trocar o refil das cerdas.

Escova elétrica: muito mais do que remover a placa bacteriana, essa escova oferece uma série de recursos, como formas especiais de escovação para os dentes sensíveis, benefícios para o branqueamento e massagem na gengiva. Ela é mais prática e facilita os hábitos de escovação, não necessita de movimentos manuais e possuem controle do tempo da escovação, vibração das cerdas e força aplicada. Sua troca também é feita através do refil.

2. Conheça os recursos da escova elétrica

- Controla o tempo da escovação ideal, que precisa levar dois minutos;
- Suas vibrações contribuem para uma limpeza ainda mais profunda;
- A bateria possui vida útil e capaz de durar até 10 dias;
- Possui a cabeça arredondada capaz de envolver cada dente;
- Ela vem com sensores que avisam caso você esteja colocando força demais na escovação;
- Basta trocar o refil que é a parte da cabeça com as cerdas, o que fica mais barato para o seu bolso.

3. Casos em que a escova elétrica é obrigatória

- Idosos;
- Pessoas com dificuldades motoras;
- Pessoas com deficiência física;
- Crianças em fase de adaptação da higiene bucal.

4. Quais os benefícios da escova elétrica na higiene bucal?

Facilita a higiene bucal de qualquer pessoa, principalmente aquelas que possuem algum tipo de dificuldade;
É ótima para gengivas, já que seus movimentos atuam para a remoção da placa;
Também é um bom investimento para os dentes, graças ao seu sistema que alerta a pressão da escovação;
Você escova os dentes no tempo certo, pois ela possui um indicador de onde e quanto tempo é preciso escovar.

5. A criança também pode usar escova de dentes elétrica?

Embora pareça mais uma ferramenta de adulto, a escova elétrica pode ser uma excelente opção para a higiene bucal dos pequenos. Ela ajuda muito crianças que ainda não possuem coordenação motora já que realiza todos movimentos de rotação e vibração de forma automática e padronizada. Entretanto, o tamanho da cabeça da escova deve ser adequado para a faixa etária do seu filho, além de ser importante haver a supervisão de um adulto durante a escovação.

6. Mitos e verdades da escova elétrica

A escova elétrica é melhor do que a manual

Mito. Na verdade, os dois modelos são ótimas escolhas para se fazer uma higiene bucal adequada. Tudo vai depender das necessidades e dificuldades de cada paciente. Ficou na dúvida de qual escolher? Leia o primeiro tópico dessa matéria para ajudar na decisão e converse com o seu dentista - ele é o profissional mais adequado para indicar a melhor opção para o seu caso.

A escova elétrica pressiona mais os dentes

Mito. Muito pelo contrário, a escova elétrica ajuda a prevenir esse problema. Graças ao seu recurso de sensores que emitem um alerta caso você esteja colocando força demais na escovação. Assim, você preserva o esmalte dentário e previne futuras complicações bucais, como a sensibilidade.

Ela é ótima para acabar com a placa bacteriana

Verdade. Assim como qualquer escova de dentes, a elétrica é uma grande ferramenta para acabar com a placa bacteriana - maior vilã da saúde do seu sorriso. Por outro lado, a escova elétrica garante um sistema único de movimentos e vibrações que ajuda a remover a sujeira dos lugares escondidos dos seus dentes.

Quem tem aparelho não pode usar escova elétrica

Mito. A escova de dentes elétrica pode ser usada por todos os tipos de pacientes, até mesmo os que estão passando por tratamento ortodôntico. Muitos enfrentam uma grande dificuldade de manter uma boa higiene quando colocam o aparelho fixo e essa ferramenta pode ser um grande auxílio!

7. Passo a passo de como escovar os dentes com a escova elétrica

1. Para que o creme dental não saia voando pelo banheiro, ligue a escova apenas quando ela estiver em contato com os dentes.

2. Comece pelo lado externo, movimente a escova na horizontal, depois direcione às gengivas.

3. Passe, então, para o lado interno, também movimentando no sentido horizontal.

4. Escove a superfície dos dentes sem esquecer a parte de trás. Distribua os dois minutos da escovação, dedicando 30 segundos em cada quadrante da boca (superior esquerdo, superior direito, inferior esquerdo e inferior direito).

5. Escove a língua de forma bem leve.

6. Enxágue sua boca, fazendo gargarejos para eliminar todos os resíduos. Após isso, enxague também sua escova elétrica.

7. Ao finalizar e secá-la, coloque a escova de volta na base ou carregador. Se a carga ainda estiver cheia, desconecte para economia de energia elétrica.