O surgimento dos primeiros dentes de leite do bebê é um momento muito importante. Junto com ele podem surgir também algumas dúvidas para os pais em relação a dor, aos sintomas que podem se manifestar e também à higiene desses dentinhos. Saliva, um pouco de choro e muita vontade de morder devem aparecer nesse momento e isso não precisa ser motivo de preocupação! No entanto, existem alguns casos especiais, como os dentes neonatais. Entenda o que são eles e conheçam os riscos para a saúde dos pequenos.

O que são dentes natais e neonatais?

O primeiro dentinho de leite costuma aparecer em torno dos seis meses de vida do bebê. No entanto, algumas exceções podem ocorrer. “Por exemplo, a criança já apresentar dente ao nascer, esses dentes são conhecidos como dentes natais”, afirma a odontopediatra Amanda Mattos. Além disso, ela explica que também pode acontecer de um dente nascer até o primeiro mês de vida da criança, e nesse caso ele é conhecido como dente neonatal.

Como é possível notar a presença deles? Existem sintomas?

É possível encontrar dentes natais ou neonatais com maior frequência na região anterior da mandíbula, mas eles também podem estar presentes na parte superior e nas regiões posteriores. “A presença é facilmente notada, uma vez que foge ao padrão de normalidade”, afirma Amanda. Geralmente os sintomas são os mesmos que aconteceriam na erupção normal.

Entenda os riscos desse quadro para a saúde da criança

Os riscos trazidos por esses dentes acontece já que, por não estarem totalmente desenvolvidos, eles costumam apresentar mobilidade. Isso pode implicar no risco de que o dente seja aspirado ou deglutido, além de interferir na amamentação. No entanto, se não apresentarem esses riscos, ele poderá ser mantido.

Os dentes natais ou neonatais podem provocar lesões no bebê?

Úlceras traumáticas são encontradas frequentemente associadas a essa alteração, geralmente na superfície inferior da língua do bebê. “A dor provocada pela lesão dificulta a amamentação, podendo levar à desidratação e perda de peso do recém-nascido”, esclarece Amanda. Além disso, a dentista Letícia Vieira lembra que esse quadro também pode provocar lesões maiores na mama da mãe no momento da amamentação.

Quais são os tratamentos para os dentes natais ou neonatais?

O tratamento nesses casos vai variar de acordo com o caso clínico e a estabilidade do dente. Cabe ao dentista um diagnóstico específico para decidir pela remoção ou manutenção desse elemento. “Normalmente indica-se uma periapical que mostrará se o dente pertence à série normal da dentição decídua ou se se trata de um dente supranumerário”, afirma Leticia. Ela explica que se após uma radiografia for indicado que o dente em questão é supranumerário, normalmente a exodontia, extração do dente, será o procedimento indicado.

Este artigo tem a contribuição dos especialistas:
Amanda de Souza Mattos - Ortodontista e Odontopediatra
Bahia
CRO-BA: 12592

Leticia Vieira - Odontopediatra e Ortodontista
Asa Norte - Brasília, DF
CRO-DF 3891