A desnutrição é um dos maiores problemas no mundo e que precisa de atenção. Além de levar a fraqueza do sistema imunológico, a falta de nutrientes pode ocasionar graves problemas para a saúde geral e bucal, como a cárie. Quem acaba sofrendo mais com toda essa situação são as crianças que costumam ter uma dieta deficiente. O Sorrisologia e a odontopediatra Mariana Benício vão explicar toda essa relação e mostrar o real valor de uma boa alimentação para saúde do corpo e do sorriso.

Carência de nutrientes favorece a desnutrição

A desnutrição significa a carência de alguns nutrientes importantes. "Quando o paciente está desnutrido, supõe-se que sua dieta seja basicamente de carboidrato, um item bastante significativo que aumenta o risco de desenvolvimento da cárie". Dietas pobres em minerais e vitaminas, como o fósforo, o cálcio e a vitamina D podem apresentar defeito na formação dos dentes. Chamada de hipoplasia do esmalte dentário, são manchinhas no sorriso que interferem na estética bucal e deixam a área mais frágil para o desenvolvimento de lesões cariosas.

Outros problemas

A profissional conta que a desnutrição também se torna uma festa para bactérias, fungos e vírus que se aproveitam da baixa imunidade causando sérios problemas. "Candidíase, herpes, e dependendo da idade, o comprometimento na formação dos dentes permanentes sucessores".

Abuse das vitaminas e proteínas

Os dentes também precisam de alguns nutrientes para fortificá-los. Alimentos como a maçã, que possui um alto teor de flúor, são essenciais para qualquer sorriso. Mariana revela outros que não podem faltar na dieta, como o cálcio, que é encontrado no leite e iogurte; o ferro das carnes, ovos, feijão e folhas verde-escuras; e vitamina C da laranja, mamão e kiwi; entre outros.

O leite materno é uma ótima fonte de nutrição

"O leite materno apresenta tudo que o bebê necessita até os dois anos de idade", afirma Mariana. No entanto, se a mãe não conseguir alimentar seu baby de maneira suficiente, deve procurar ajuda profissional. "Ela pode conversar com o pediatra para o mesmo indicar complementos específicos para a idade". Em todo caso, consumir alimentos saudáveis também são boas fontes de vitaminas e muitas vezes suficientes para uma alimentação balanceada.

Não deixe a cárie virar uma pulpite

Se não tratar, a lesão da cárie só cresce e quando alcança o estágio de pulpite significa que o problema já está avançado. "Uma inflamação da polpa do dente causa dor intensa e até abcessos dentários", conta. É importante cuidar o quanto antes para evitar problemas ainda maiores. "A prevenção dessa doença evita a evolução para doenças sistêmicas, como as cardíacas".

Os cuidados devem ser tomados antes da criança nascer

Os cuidados começam na gestação. A futura mamãe precisa ser orientada sobre higienização. "Antes da erupção dos dentes, a mãe deve limpar a boca do seu bebê com gaze embebida em água filtrada para remover o resíduo de leite na mucosa e rodetes gengivais". Aos seis meses de idade, a criança já pode realizar sua primeira visita ao dentista, que dará orientações futuras para os próximos passos. A maneira saudável de comer também precisa ser mantida. "Alimentação com frutas e verduras são indicadas, e os alimentos açucarados evitados". Não se esqueça de realizar a limpeza bucal até 15 minutos após cada refeição.

A escova precisa ser trocada de acordo com a idade

"A partir dos 2 anos é importante avaliar as escovas de acordo com seu estágio, cerdas bem macias e dentifrício fluoretado", conclui a especialista. Por isso, é essencial utilizar uma ferramenta que esteja de acordo com estas normas. A linha de escovas infantis tem produtos especiais para cada fase da infância e com os personagens que eles mais adoram. A higiene bucal da criançada pode e deve ser um momento de muita diversão!

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Mariana Rangel Benicio - Especialista em Odontopediatria e Mestre e Especialista em Ortodontia
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 27408