Após 9 meses esperando esse momento tão aguardado, ele finalmente chegou: o bebê nasceu! Os pais ficam radiantes ao ver seu rostinho pela primeira vez, mas também cheios de dúvidas. Nessa etapa, um dos momentos de maior intimidade entre a mãe e seu filho é a hora da amamentação. O que pouca gente sabe é que além de ser importante para a nutrição do bebê, esse processo também é fundamental para o desenvolvimento da sua dentição. Quer saber mais sobre o assunto? Veja o que diz a odontopediatra Amanda Mattos.

A amamentação é um processo importante para a saúde bucal do bebê

A amamentação é um momento muito importante para o desenvolvimento do organismo do bebê. Todos já sabemos que o leite materno garante os nutrientes que os pequenos precisam para crescer. Mas não é só esse o benefício trazido por ele! As vantagens desse alimento se estendem também à sua saúde bucal. “Como todo bebê nasce com a mandíbula menor do que a maxila, a amamentação ajuda a alcançar o equilíbrio, já que durante a mamada os movimentos promovem exercícios importantes para desenvolver músculos e ossos”, explica a profissional.

A falta de amamentação pode causar problemas em funções importantes

O processo de amamentação, portanto, é super importante para um bom desenvolvimento da região bucal. “Durante a sucção do leite, há estímulo para o bebê a respirar pelo nariz e também exercitar toda a musculatura envolvida neste ato, resultando em um crescimento harmônico de toda a face”, diz Amanda. Esse processo, portanto, é fundamental para a composição de uma correta dentição, além de estar relacionado ao desenvolvimento da musculatura da boca e face e ao posicionamento de língua.

Caso a amamentação não ocorra alguns problemas podem surgir. “O crescimento inadequado dos ossos por falta desse estímulo afeta funções importantes, como a mastigação, deglutição, fonação e respiração”, alerta ela. Existem inclusive estudos relatando que é observado um maior alinhamento dental em crianças que são amamentadas, ocorrendo menor prevalência de problemas de oclusão, como mordida aberta e sobremordida.

Após o aleitamento, não esqueça de fazer a higiene bucal do bebê!

Como vimos, são muitos os benefícios relacionados ao aleitamento materno. No entanto, ele também traz alguns riscos, caso não ocorra uma boa higiene bucal do bebê, principalmente depois de mamar. Mesmo antes dos primeiros dentinhos surgirem, essa higienização não pode deixar de ser feita! “É importante que, diariamente, seja feita uma limpeza na gengiva e língua da criança através de uma gaze umedecida, ou até mesmo a fralda limpa, após cada mamada”, recomenda a odontopediatra. É sempre bom lembrar que as mamães devem iniciar o acompanhamento com um profissional da área desde a gestação. Ele vai passar as orientações necessárias para cada etapa!