A lista de doenças que podem se desenvolver por falta de cuidados com a saúde bucal é extensa e vai muito além da cárie ou mau hálito. Você sabia que bactérias presentes na boca associadas com outras doenças podem causar infecções graves no coração como a endocardite bacteriana? Conversamos com a dentista Luciane Castro para saber como essa patologia pode acontecer e qual é a melhor opção de tratamento para esse problema que é pouco conhecido e está diretamente relacionada com uma boa higienização bucal.

O que é endocardite bacteriana e como é causada?

A endocardite bacteriana é o nome dado à inflamação das estruturas internas do coração causada pela contaminação bacteriana. Essa contaminação é originada na cavidade oral e pode levar o paciente a uma internação hospitalar, e em casos mais graves, até mesmo à morte.

Existem diferentes causas que podem levar ao surgimento da endocardite bacteriana, sendo a falta de higiene bucal correta uma delas. Contudo, a causa está além desse fator, conforme explica a profissional:  “A patologia pode ser contraída através do uso de agulhas nos usuários de drogas injetáveis ou até mesmo decorrentes de tratamentos odontológicos cruentos, ou seja, quando há a presença de sangramento na hora do procedimento”.

Sintomas da endocardite 

A endocardite bacteriana pode se apresentar de repente ou lentamente. O diagnóstico vai depender da infecção que está ocasionando o problema. Além disso, o histórico de problemas cardíacos do paciente deve ser levado em consideração. Confira quais são os sintomas mais comuns dessa patologia:

  • Dor nos músculos e articulações;
  • Cansaço excessivo;
  • Sangue e outras alterações na urina;
  • Febre; 
  • Manchas roxas e vermelhas na pele;
  • Tosse persistente; 
  • Sudorese noturna, entre outros. 

Quais problemas ela pode trazer para a saúde bucal?

O que pode gerar sérios problemas de saúde para as pessoas é a falta de higiene bucal adequada. Esse quadro se agrava principalmente nos pacientes que possuem válvulas protéticas ou que tenham se submetido à cirurgia cardíaca recentemente. O foco de infecção na cavidade oral pode fazer com que as bactérias da boca caiam na corrente sanguínea, causando um quadro infeccioso grave que pode acometer o coração. “Para esses pacientes que se submeteram à alguma cirurgia ou para os que já possuem históricos de doenças cardiovasculares, é imprescindível manter a saúde bucal em dia para que não ocorra o desenvolvimento da doença", alerta a profissional.

Qual é o tratamento adequado para endocardite bacteriana?

O tratamento da endocardite é feito obrigatoriamente com antibióticos por via venosa que devem ser administrados por no mínimo quatro semanas. A escolha deste medicamento depende diretamente do tipo de bactéria que se alojou no coração do paciente. “Quando temos casos mais graves, onde ocorre a destruição da válvula cardíaca pela infecção, uma cirurgia de troca valvar é necessária com a implantação de uma válvula artificial”, comenta Luciane.


Este artigo tem a contribuição do especialista:
Luciane Castro - Cirurgiã-Dentista e pós-graduada em Periodontia
Brumado - BA
CRO-BA 16.296

Originalmente publicada em 19/02/2018
Atualizada em 18/12/2018