Produto Relacionado:

O primeiro pensamento de um paciente que perde o dente é: “Quando que vou conseguir implantar um novo?”. Isso acontece porque os dentes são parte do nosso sorriso e fazem muita falta na estética. Além disso, pessoas que sofreram de perdas dentárias também têm a saúde bucal comprometida sendo o processo da mastigação prejudicado, por exemplo. Por isso, para aliviar suas aflições, a equipe do Sorrisologia entrevistou a especialista em reabilitação oral Luciana Queiroz. Você pode implantar o dente perdido até no mesmo dia!

Implante dentário é sempre necessário?

Sim! Cada dente é uma engrenagem de uma máquina maior, a mastigação. Por isso que existem os incisivos, os molares e pré-molares. Quando um deles cai, todo o procedimento falha. Sem contar a preocupação estética. “A não reabilitação do elemento perdido, afeta todo o sistema estomatognático, comprometendo função, estética e o emocional do paciente”, comenta a profissional.

O que fazer assim que o dente cai?

A primeira coisa a se fazer é guardar o dente em um local úmido, seja no leite, soro ou saliva, o ideal é que se prefira o soro fisiológico. Lave levemente, tendo o cuidado para não encostar na raiz dentária. Depois disso, busque atendimento no dentista assim que possível. Quanto mais você acelerar o processo, melhores são as chances do implante dar certo. Em casos contrários, o dentista pode substituir o dente por um prótese ou por materiais sintéticos.

O tempo pode variar de 24 horas a 18 meses

Segundo a especialista, o tempo de implante pode ser bastante variado. Ele depende primeiro de o paciente seguir as recomendações imediatas depois de o dente cair. Além disso, os profissionais precisam analisar como ficaram os ossos na região: se há remanescentes ou é necessário um enxerto ósseo. Esse último acontece quando já não há osso o suficiente para o implante. Dessa forma, o dentista precisa completar o osso faltante de alguma forma, seja por material sintético ou por um pedaço de osso de alguma outra área. O tempo também depende dos hábitos parafuncionais do paciente, como bruxismo. “Dependendo desses fatores o paciente poderá sair com os dentes no mesmo dia da cirurgia ou podemos levar até 18 meses para concluir o tratamento”, completa a profissional.

Implantes também necessitam higienização

Assim como os dentes naturais, os implantes dentários devem receber os cuidados da boa higienização. Implantes unitários, por exemplo, devem ser higienizados da mesma forma, com escovação e uso de fio dental. “Já implantes com próteses fixas, parciais ou totais, além da escovação convencional, é necessária a utilização de escovas interdentais, waterpik e fio dental super floss”, lista. Esses produtos conseguem atingir áreas onde a escovação convencional não consegue higienizar adequadamente.

Afinal, cuidados inadequados podem causar mais uma perda dentária. “A má higienização por parte do paciente, a falta de acompanhamento e manutenção, que devem ser feitas através de visitas periódicas ao cirurgião-dentista a cada seis meses, podem levar o paciente a perder o implante dentário, finaliza.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Luciana Queiroz Sales - Especialista em Reabilitação Oral e Estética
São Paulo - SP

CRO: 109.098