Há quem pense que deixar de escovar os dentes antes de se deitar é um hábito que não pode influenciar tanto assim a nossa saúde bucal, mas esse pensamento está totalmente equivocado. Uma boa rotina de higiene bucal inclui a escovação dos dentes após as principais refeições, e principalmente antes de dormir. Aliás, você sabia que a última escovação do dia é a mais importante de todas? Para entender o por que disso, nós conversamos com a odontopediatra Flávia Macedo, que te explica a seguir a importância de escovar os dentes à noite.

Por que é importante escovar os dentes antes de dormir?

Deixar a escovação de lado é uma péssima ideia porque os restinhos de alimentos que ficam em nossa boca são um convite para que as placas bacterianas se instalem no seu sorriso. Flávia explica: “O biofilme dental ou placa bacteriana ocorre a partir do que chamamos de película aderida. Por volta de 4h depois da formação dessa película começa a ocorrer a formação de microcolônias de bactérias”. Dessa forma, a cavidade oral torna-se um verdadeiro paraíso para que problemas bucais como a cárie e a gengivite aconteçam.

Formação de placa bacteriana é facilitada enquanto dormimos

De acordo com a especialista, um dos fatores mais importantes para a saúde bucal é a presença de saliva, fator que sofre alterações durante à noite e pode facilitar a formação de placa bacteriana. Como a odontopediatra explica, ao longo do dia nós falamos mais e bebemos água, o que auxilia na produção de saliva. No entanto, a noite essa produção é naturalmente diminuída, podendo trazer consequências. “A saliva equilibra a acidez da nossa boca constantemente, com sua redução, esse equilíbrio fica prejudicado e as bactérias podem proliferar mais facilmente.”

Escovou os dentes e comeu algo em seguida? É bom escovar os dentes novamente antes de se deitar

Mesmo que você já tenha escova os dentes anteriormente, o ideal é escová-lo mais uma vez caso você consuma qualquer alimento antes de se deitar. “Existem alimentos que podemos considerar mais cariogênicos, mas isso não quer dizer que somente os alimentos mais cariogênicos podem causar a cárie”, alerta a profissional, que acrescenta: “Se tiver acúmulo de alimentos e a formação das colônias de bactérias, pode ocorrer um desequilíbrio naquela boca e ter por consequência a cárie ou a gengivite”.

Esquecer de escovar os dentes não deve se tornar um hábito frequente

Se isso acontecer uma vez ou outra, não tem tanto problema assim, mas o paciente não deve deixar isso se tornar um hábito, ou os problemas podem começar a aparecer. “O tempo que uma doença demora para acontecer é muito variável tanto de pessoa para pessoa como nas diferentes fases. A gengivite, por exemplo, acontece de forma mais rápida nos adultos. Isso ocorre porque o sistema imunológico está melhor desenvolvido do que o das crianças pequenas e responde mais rapidamente a presença do biofilme”, conta Flávia. Já a cárie pode avançar mais rapidamente em um dente de leite devido a sua fina espessura.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Flávia Macedo Couto - Odontopediatra
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 39.770