Você usa aparelho ortodôntico? Certamente, no dia que recebeu a notícia de que passaria pelo tratamento, muitas dúvidas vieram à cabeça. Uma delas, e talvez das mais comuns, é o tempo que esse tratamento duraria. A resposta para isso nunca é muito exata e pode variar de um paciente para outro. Além disso, mesmo que o dentista consiga estabelecer um prazo, tudo vai depender de hábitos e colaboração do paciente.

A verdade é que o aparelho dentário sozinho não faz milagres. Se você não vê a hora de retirar o seu para ter seus dentes lisinhos e alinhados em breve, veja agora algumas dicas do ortodontista Djalma Faria como não atrasar e manter o tempo estipulado pelo ortodontista.

Existe uma estimativa temporal estipulada pelo dentista?

Para cada caso, um tratamento. Mas para cada paciente, complicações. O ortodontista explica que sempre no início do tratamento ortodôntico é feita uma estimativa de tempo para que se chegue ao resultado final. Mas que nem sempre ela consegue ser seguida. “Essa estimativa varia de acordo com as características de cada tratamento e colaboração do paciente em seguir todo o plano estipulado”, explica.

O que atrasa um tratamento ortodôntico?

Djalma lista duas principais causas para um possível atraso do tratamento ortodôntico. O primeiro é não comparecer às consultas com o ortodontista. Deixar de visitar o profissional pode atrapalhar todo o processo, já que ele não conseguirá realizar o devido acompanhamento e atualização necessários. O segundo seria a “falta de escovação adequada e limpeza do aparelho, pois a presença de placa bacteriana e cáries também atrasam o andamento”. Então é bom ficar sempre em dia com a higienização bucal adequada de acordo com o tipo de aparelhos dentário que você usa.

Dicas para que não tenha atrasos no tratamento ortodôntico

Para evitar qualquer tipo de atraso ou complicação no tratamento, o essencial é seguir todas as recomendações dos dentistas, isso inclui alimentação, cuidados com o aparelho ortodôntico e outras dicas. Dr. Djalma recomenda prestar atenção nos pequenos apetrechos, como os braquetes e os acessórios dos aparelhos ortodônticos, manter as peças do aparelho sempre limpas e nunca faltar às consultas de manutenção.

Cuidados essenciais com o seu aparelho

É sempre bom manter a sua rotina de higienização atualizada. Mas é preciso entender que o tratamento ortodôntico pode ser demorado e, quando necessário, atrasos acontecem. Djalma caracteriza “disciplina e colaboração” como comportamentos necessários ao paciente. “Consultar sempre o ortodontista quando houver alguma quebra no aparato ortodôntico, assim como tirar dúvidas importantes em relação ao tratamento”, alerta ele.

Quer saber mais como funciona o tratamento ortodôntico? Confira assistindo ao vídeo do Manual do Mundo:

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Djalma Faria - Ortodontista e Especialista em Visagismo Facial
Campinas - SP
CRO-SP: 59104