A saúde bucal está diretamente ligada ao estado dos dentes, que devem ser saudáveis e fortes. Do contrário, as funções de mastigação e trituração são comprometidas podendo ocasionar outros problemas. A doença bucal mais comum é o aparecimento de cáries, muito relacionado com o incômodo durante a ingestão de alimentos e bebidas. No entanto, nem toda dor de dente é um sinal dessa doença. Entretanto, como saber? A dentista Mariana Braga nos ajuda a entender mais sobre o assunto.

Como sei se o incômodo nos dentes é cárie?

É importante ressaltar que a dor no dente não é sinônimo de cárie - embora seja a associação mais comum entre os pacientes. Outras doenças bucais podem trazem o mesmo nível de incômodo, assim como essa. Algumas delas são os desgastes dentários, por abrasão (raspagem) ou erosão, e a exposição da raiz do dente, por conta da retração da gengiva. A profissional destaca que os pacientes que apresentarem dor devem descobrir o motivo de sua ocorrência. Por isso, é de suma importância a visita ao consultório do dentista para dar o diagnóstico correto do problema.

Como ocorre a lesão pela cárie?

É possível perceber se a dor nos dentes está sendo causada por problemas de cárie. Para isso, o indivíduo deve ter uma atenção maior quanto à aparência de sua saúde bucal. Primeiramente, a doença provoca uma alteração na cor e brilho da superfície do dente. Se for diagnosticada, a cárie continua seu desenvolvimento e começam a surgir pequenos furos. Inicialmente, estes são indolores. No entanto, à medida que vão ficando mais profundos, a dor também aumenta. O paciente passa a ter mais sensibilidade no dente, em especial durante a mastigação e ingestão de comidas e líquidos. "Em casos extremos em que a cárie está profunda, tendo atingido o nervo do dente, a dor é extensa, aguda e às vezes ininterrupta”, explica a profissional.

Diagnóstico e tratamento

Quando o paciente perceber a formação de cavidades (furos) nos dentes, ou estiver sentindo algum desconforto, é necessário procurar um cirurgião dentista. O profissional dessa especialidade é apto para fazer o diagnóstico preciso e dar início ao tratamento ideal. Dessa forma, ele começará um procedimento de intervenção e restauração do estado indicado para ter uma saúde bucal. Mariana explica que nos casos em que a cárie já tenha formado furos nos dentes, o cirurgião fará a remoção de todo o tecido infectado e selar as cavidades.

Formas de prevenir o aparecimento de cárie

Manter visitas periódicas ao consultório do dentista contribui para prevenir diversos problemas bucais, como a cárie. A dentista indica que deve ser mantido o hábito de fazer visitas semestrais para o check-up odontológico. “É melhor do que não ir e sentir dor”, diz. Além disso, uma forma eficaz de prevenir o aparecimento de cáries é manter uma alimentação saudável e uma boa higienização bucal.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Mariana Braga - Odontologista
Rio de Janeiro - RJ
CRO: 39760