Uma dor de dente pode ter muitos significados: cárie, sensibilidade, pulpite... Mas e quando esse incômodo surge durante a gestação, existe alguma razão diferente para isso acontecer? Sabemos que a saúde bucal da mulher precisa estar em dia para levar uma gravidez tranquila e sem causar riscos para o bebê. Pensando nisso, entrevistamos a dentista Rhianna Barreto, que indicou as principais causas da dor de dente, como aliviar o desconforto e o melhor tratamento. Fique de olho nas recomendações:

O que significa uma dor de dente durante a gravidez?

A especialista afirma que a origem da dor de dente da gestante pode ser deviso a um problema periodontal. Nesse período ocorrem diversas alterações fisiológicas - os hormonais ficam descontrolados, a vascularização aumenta e a imunidade diminui -, sem falar que o psicológico da paciente também é afetado.

Uma das alterações que pode ser observada é o aumento da vascularização periférica dos tecidos moles da cavidade bucal, como a gengiva: "O que está amplamente relacionado ao encontro de um maior número de casos de gengivite durante a gestação. Outro fator capaz de aumentar esse índice é o fato de que, durante a gravidez, por estarem preocupadas com a gestação, muitas mulheres diminuem os cuidados com a higiene bucal, aumentando o acúmulo da placa bacteriana e contribuindo para a inflamação gengival, revelou.

Identificado o problema, qual é a melhor maneira de aliviar a dor de dente?

De acordo com Rhianna, a gestante pode realizar qualquer tratamento odontológico. Entretanto, a profissional ressalta que o recomendado é dar prioridade aos procedimentos de urgência e os demais fiquem para depois da gestação. Nesses casos, também podem ser utilizados anestésicos especiais para gestantes o que minimiza riscos durante os procedimentos. "No caso de uma odontalgia, deve ser realizado o tratamento endodôntico (tratamento de canal) e no caso de gengivite deve ser realizada raspagem periodontal", indicou.

Como tratar a dor de dente na gravidez?

O certo é evitar o tratamento e praticar a prevenção. Por isso, procure seu dentista para prevenir problemas graves e atualizar os cuidados de higiene oral. Outro ponto importante que a especialista ressalta: "Problemas periodontais podem trazer risco ao feto, como parto prematuro e baixo peso ao nascimento, portanto todo cuidado deve ser tomado".

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ:37448