Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
16.03.2017

Dentistas são autorizados a fazer bichectomia?

 A dúvida é válida e pode ser respondida com a opinião de um especialista. Confira o que uma profissional da área tem a dizer sobre o assunto
A dúvida é válida e pode ser respondida com a opinião de um especialista. Confira o que uma profissional da área tem a dizer sobre o assunto

Expert

Manuela Bafini Fonseca

Manuela Bafini Fonseca

CRO - SP: 78201

Implantodontista, Periodontista, Mestre em Endodontia, Toxina Botulínica Terapêutica e Preenchimento OroFacial.

O primeiro passo depois de decidir fazer um procedimento cirúrgico é procurar um profissional capacitado, afinal de contas, o resultado precisa ser o melhor possível. Quando a técnica desejada é bichectomia, no entanto, uma dúvida crucial pode surgir justamente nessa etapa: ainda que seja na cavidade oral, será mesmo que um dentista é autorizado a realizar uma cirurgia estética como essa? A especialista Manuela Bafini tem a resposta.

Chega de dúvidas

Sim, o dentista não só tem capacidade para executar a bichectomia como também é autorizado para isso. A profissional conta que, por lei, a área de atuação da odontologia vai desde a parte acima da glândula tireóide até a raiz do cabelo, sendo a zona cirúrgica o espaço interno da boca.

O cirurgião-dentista, portanto, está familiarizado com a região bucal desde a criação desse procedimento e é habilitado para fazê-lo. Segundo Manuela, inclusive, faz todo sentido que assim seja. “O que acontece é que os tempos mudaram e nós entendemos que é preciso trabalhar a harmonia da face, transformando a moldura do quadro, que é o rosto, adequada para a pintura, que são os dentes”, explica.

O dentista saberá lidar com qualquer possível complicação

Se você começou a ficar apreensivo por ouvir dizer que a realização da bichectomia em consultório oferece mais riscos, pare e pense um pouco. Já notou que diversas outras cirurgias ainda mais complicadas como enxertos e implantes também são feitas na cadeira do dentista sem nenhum problema? Isso acontece porque o ambiente é perfeitamente adequado para esses procedimentos.

Mas, de qualquer forma, se complicações surgirem, vale lembrar que o profissional é capacitado para lidar com esse cenário - e até mesmo prevê-los. "Para minimizar qualquer risco e consequência antes, durante ou depois da bichectomia, é realizada uma entrevista de saúde completa e pedido exames complementares”, ressalta.

Como escolher um profissional de confiança

Para Manuela, existem três maneiras de se chegar até um especialista com uma boa reputação. “Você pode selecionar um dentista que tenha feito o credenciamento com instituições sérias, pedir indicação para o seu próprio dentista (se este não realizar a técnica), ou até mesmo recorrer à recomendação de pacientes que já realizaram o procedimento”, lembra.

De toda forma, a dentista reforça que é válido ter uma conversa franca com o profissional escolhido para realizar a bichectomia e, assim, tirar todas as dúvidas antes do procedimento. Ainda que você queira muito conseguir o resultado que sempre sonhou, é preciso, primeiro, ouvir quem entende do assunto. “O dentista é o profissional mais indicado para fazer a avaliação, indicação e necessidade de execução de cada caso”, finaliza.

Mais Matérias: Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Bem Estar
Quais práticas esportivas precisam de protetor bucal?
Se você tem o costume de praticar esportes, já deve ter ouvido falar sobre o protetor bucal . Como o próprio nome já indica, o equipamento é o grande responsável por preservar os seus dentes, protegendo-os de possíveis impactos durante algumas práticas esportivas. Ainda assim, é comum que...
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
Bem Estar
Harmonização facial: como saber se preciso desse procedimento?
A harmonização facial tem se tornado um procedimento estético de muita procura, sendo o...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Bem Estar
A higiene bucal pode afetar outras partes do corpo? Entenda!
Não é novidade que cuidar da higiene bucal é o primeiro passo para garantir a saúde e...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
Bem Estar
Endocardite: o que é, como tratar, quais as causas?
A endocardite é uma doença inflamatória que pode atingir as estruturas internas do coração. Embora seja pouco conhecido entre os pacientes, o quadro é originado pela má higiene bucal e pode afetar significativamente a qualidade de vida do paciente, trazendo danos irreversíveis para o sistema...
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Bem Estar
Cuidados com aparelho dental fixo: 5 dicas para os primeiros dias de tratamento
Não dá para negar: os primeiros dias usando aparelho ortodôntico são os mais difíceis do tratamento. Afinal, esse período tende a funcionar como uma fase de adaptação para todas as estruturas. Justamente por se tratar de uma novidade, é comum que os ferrinhos e os bráquetes do...
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Bem Estar
Como saber se sua enxaqueca tem ligação com problemas dentais?
Você tem lidado com crises constantes de enxaqueca ? É importante ligar o sinal de alerta, isso pode...
com a participação de:
Igor Puga
CRO-RJ 28418