Não existe coisa mais linda e sincera que o sorriso de uma criança, não é? Você, que é pai ou mãe, deve saber exatamente como é isso. O primeiro sorriso que seu filho lhe deu, certamente, é um momento memorável na sua vida. Por isso, existe a preocupação em cuidar da saúde bucal desses pequenos para que eles possam sempre ter mais motivos para sorrir e fazê-lo da forma mais saudável. Conheça um projeto superbacana realizado por dentistas de todo país que trabalham com essa missão.

O que é?

O projeto Dentista do Bem é um trabalho voluntário de cirurgiões-dentistas que atendem crianças e jovens de baixa renda entre 11 e 17 anos, dando-lhes tratamento odontológico gratuito até que completem 18 anos. Legal, né? O dentista fundador do Projeto, Fábio Bibancos, contou ao Sorrisologia um pouquinho mais sobre como funciona. "Temos a missão de mudar a visão da sociedade sobre saúde bucal. Ir ao dentista não deve ser encarado como um luxo, mas um direito de qualquer pessoa. É saúde! A mudança também acontece na percepção da própria classe odontológica com relação ao impacto socioambiental da nossa atividade”.

Como surgiu?

Depois que se tornou pai, Fábio escreveu um livro chamado “Um sorriso feliz para seu filho” e, por conta disso, foi convidado para dar palestras sobre prevenção e higiene bucal em escolas particulares e públicas. Quando chegou às escolas públicas ele percebeu que a situação não estava nada boa. "O estado da boca das crianças estava de tal forma que a prevenção não adiantava mais. Eu precisava fazer alguma coisa. Foi quando reuni 15 colegas de profissão e começamos atender gratuitamente alguns casos nos nossos próprios consultórios". A ideia deu tão certo que aos poucos foi ganhando cada vez mais força e apoiadores. Atualmente o Dentista do Bem possui uma rede com 16 mil dentistas voluntários.

Como funciona?

Os pacientes são selecionados por um grau de necessidade em triagens realizadas em escolas púbicas ou instituição social. Todos os beneficiados recebem uma carta informando qual Dentista do Bem irá atendê-lo. O profissional realiza um tratamento de caráter curativo, preventivo e educativo. “Escolhemos profissionais que atendem a um raio de 10km onde o beneficiado mora, o que facilita a ida dele ao consultório, onde receberá atendimento até completar 18 anos”, explicou o fundador do projeto.

A saúde bucal infantil

A prevenção é a melhor forma de lidar com problemas bucais, afirma Bibancos. Porém, ele explica que não são todos os brasileiros que têm acesso ao kit de higiene bucal e à informação sobre os cuidados com os dentes. “Cerca 2,4 bilhões das pessoas em todo o mundo sofrem com problemas dentais causados por cáries não tratadas, sendo que 621 milhões são crianças ainda com dentes de leite”, informou. Preocupante, né?

Por isso, o Dentista do Bem investe pesado para mudar essa realidade. Atualmente o projeto está presente em 1300 municípios do Brasil e em outros 12 países da América Latina, além de Portugal. Mais de 600 mil jovens já passaram pelas triagens e quase 60 mil já foram beneficiados e encaminhados ao dentista. 

Um sorriso saudável pode mudar vidas

A saúde da boca influencia diversos outros fatores na vida do paciente, seja positiva ou negativamente. Para Fábio, quem sofre de problemas odontológicos não come, não ri, não beija na boca, não consegue emprego e, dificilmente, faz amigos porque dá vergonha de ter mau hálito ou uma boca sem dentes, por exemplo. “Quando uma pessoa tem a oportunidade de ter a sua boca tratada, ela é inserida novamente na sociedade. O que ela vai fazer depois é uma escolha dela, mas nós queremos isso, que pessoas tenham escolhas e não que fiquem isoladas por não ter a chance de cuidar da saúde bucal”, finalizou.