O primeiro dentinho da criança a gente nunca esquece. Além de ser um momento de muita ansiedade na vida dos pais, para os pequenos também significa que está começando um novo ciclo: o da primeira dentição. Depois de alguns anos, os dentes de leite caem para dar espaço aos permanentes - esses que vão ocupar o sorriso do paciente ao longo da vida. Mas como podemos identificar o momento certo de cada uma dessas fases? Quais são os cuidados com a saúde bucal devem ser praticados nesses momentos? Conversamos com a odontopediatra Vânia Cortes, de Curitiba, para esclarecer essas questões.

A dentição da criança e do bebê é dividida em duas partes

Primeira dentição: após o nascimento do bebê, não demora muito para que os dentes de leite deem o ar da graça em seu sorriso banguela. “Os primeiros começam a apontar para fora da gengiva por volta dos seis meses de idade. No total serão 20 dentes de leite e todos estarão crescidos quando a criança completar três anos”, contou a dentista.

Segunda dentição: por volta dos seis anos, a criança inicia uma nova transição, a perda dos primeiros dentes de leite para nascerem os permanentes. Vânia conta que, nesse momento, inicia-se a chamada dentição mista. “Costuma durar até por volta dos 12 anos de idade, quando cai o último dentinho de leite e restam apenas os permanentes”.

Salivação, choro: saiba identificar os primeiros sinais do nascimento dos dentes

A profissional conta que quando os dentes estão prestes a nascer, os bebês choram, pois se queixam muito de dor, apresentam salivação excessiva, maior irritabilidade, além de levarem muito a mão e objetos à boca. Para aliviar esses desconfortos, a odontopediatra indica alguns cuidados simples: “Apenas o uso de mordedores de boa qualidade e aplicar gaze umedecida em água gelada na gengiva do bebê. Eles adoram!”, ressaltou.

Os cuidados com os primeiros dentes são essenciais para a saúde dos permanentes

Vânia orienta os primeiros cuidados e reforça a importância da limpeza bucal. “Os pais devem ter atenção com a higienização após as mamadas e refeições. É importante evitar lanchinhos fora de hora e ter atenção para não ingerir grandes quantidades de creme dental com flúor. Além disso, o acompanhamento com um odontopediatra desde o aparecimento do primeiro dentinho também é essencial”, comenta. Fique atento, pois a falta dessas medidas pode resultar em cáries e afetar até mesmo a saúde dos dentes permanentes.

Por SPPC

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Vânia Côrtes - Especialista em Odontopediatria
Curitiba - PR
CRO PR 14.282