Sim, os dentistas sabem tudo sobre a cavidade bucal. Mas é importante você também conhecer sobre esse assunto. Prestar atenção no funcionamento do corpo é de suma relevância, e sua boca também está incluída na lista. Pensando nisso, você sabe o que são os dentes incisivos? Essenciais para a mastigação e outras funções, você precisa saber um pouco mais sobre eles. Confira as explicações do dentista João Paulo Lemos Ranzani sobre esses elementos.

Conheça os dentes incisivos

Segundo a explicação do profissional, os dentes incisivos estão posicionados nas arcadas dentárias superior e inferior. Ou seja, são aqueles que você enxerga logo de cara ao abrir um sorriso. Ao todo, os indivíduo possuem oito dentes incisivos, sendo que quatro estão em cima e quatro embaixo. Eles ainda podem ser diferenciados como incisivos centrais e laterais. “A principal função dos dentes incisivos é de cortar os alimentos no ato da mordida”, define João Paulo. Mas, esses elementos dentários também cumprem outras atividades. Os dentes incisivos também são responsáveis por dar sustentação aos lábios.

Os dentes incisivos são essenciais para a mastigação

Assim como destacado acima, os dentes incisivos são responsáveis por cortar aquilo que você come. E por isso, são essenciais para a mastigação do paciente. “Assim, auxiliam na formação do bolo alimentar, que é triturado pelos dentes do fundo e umedecido pela saliva ficando pronto para deglutição”, esclarece o dentista. E ainda, da mesma maneira como os demais dentes, os incisivos são importantes para o auxílio do equilíbrio da estabilidade da oclusão. Dessa forma, os arcadas inferior e superior se encaixam e a cavidade oral se mantém saudável.

Quais problemas bucais podem acontecer com esses dentes?

As falhas na execução da higiene bucal são, na maioria das vezes, as principais responsáveis pelo aparecimento de problemas. E estes também podem acontecer com os dentes incisivos, que devem ser cuidados assim como os demais. “O descuido com os dentes pode acarretar o surgimento da doença cárie que, se não tratada, provoca o surgimento do problema do canal, causando dor intensa e, posteriormente, até a perda do dente”, alerta o profissional.

Outro problema que pode acontecer pela falta de limpeza é a doença da gengiva, causada pelo acúmulo de tártaro. O paciente pode também apresentar mau hálito e perceber o amolecimento dos dentes, que pode levar a perda dentária. Por isso, o dentista indica manter a escovação correta e regular, após as refeições, acompanhada do uso do fio dental.