Você sabe o que é a erosão dentária? O problema consiste na perda de estrutura mineralizada dos dentes. Quando isso acontece, o dente fica sem esmalte, que é sua camada mais externa. A ação de ácidos na estrutura pode chegar a expor a dentina. Por isso, é muito importante tomar os devidos cuidados, como manter uma dieta balanceada, higienização correta e saber os riscos desse quadro. O dentista Marcelo Siqueira explica sobre como o dente sem esmalte pode ser um perigo para a saúde bucal.

Quais fatores podem contribuir para a erosão dentária?

A erosão dentária, também chamada de erosão ácida, não possui uma única causa. O profissional ressalta alguns fatores, como uma alimentação ácida, escovação com excesso de força e refluxo gástrico - pode acontecer também uma associação de todos estes. Em um primeiro momento, a erosão dentária não apresenta sintomas facilmente perceptíveis, por isso as consultas periódicas com seu dentista são importantes. Entretanto, com o tempo, a erosão começa a provocar a descoloração das estruturas dentárias, além de sensibilidade e pontas dos dentes frontais com aparência transparente. Ao notar algum desses cenários, não pense duas vezes em procurar ajuda profissional.

Qual é a função do esmalte do dente?

O esmalte é um material fino e a parte mais dura do dente. “Ele protege a dentina e a polpa do dente”, explicita Marcelo. A dentina é formada de tecido conjuntivo mineralizado endurecido que cobre a principal parte da estrutura dentária. Dessa forma, o esmalte serve como uma capa protetora contra altas e baixas temperaturas e desgaste. Em sua formação, não há nenhuma célula viva. Por isso, quando danificado, o esmalte não consegue consertar qualquer parte quebrada. Se isto acontecer, o paciente deve marcar uma consulta ao odontologista para realizar o procedimento.

Por que um dente sem esmalte é um perigo para a saúde bucal?

O dentista explica que a erosão dentária pode ser causada pelo bruxismo, fratura dental e ingestão de alimentos e bebidas ácidas. Nos casos da perda do esmalte, a dentina estará exposta e será mais sensível ao desgaste do dia a dia. “E também suscetível à contaminação bacteriana”, completa Marcelo. O tratamento consiste na reposição dessa camada do dente perdido. Para essa restauração, é utilizada a resina ou cerâmica, o que dependerá do grau da perda mineral. O profissional irá escolher a melhor opção de tratamento dentário, identificando os sintomas e fatores que levaram ao problema. Além disso, ele indicará maneiras para ajudar a minimizar a erosão.