Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
22.05.2018

Cuidados pré e pós a manifestação do herpes labial. Veja as principais recomendações de um dermatologista

Expert

Dr. Caio Lamunier

Dr. Caio Lamunier

CRM-SP 124907

Dermatologista pelo Hospital das Clínicas e formado na Faculdade de Medicina da USP, onde mantém-se ativo com foco no tratamento do câncer de pele. Atualmente coordena o ambulatório de melanoma no Hospital das Clínicas e é responsável pelo tratamento cirúrgico das doenças de pele no ICESP (Instituto do Câncer do Estado de São Paulo). Especialista em Dermatologia Cirúrgica.

O herpes labial é um vírus de alto contágio em que a transmissão da doença acontece através do contato direto. No entanto, há pacientes que possuem o vírus e nunca o manifestaram. O herpes labial não possui cura e por isso, é importante seguir os cuidados para prevenir o surgimento dessas pequenas bolhas. Para ajudar nessa tarefa, o dermatologista Caio Lamunier apontou as principais recomendação no pré e pós aparecimento do herpes labial.

Conheça os sintomas do herpes labial

A queda de imunidade é o principal precursor para o aparecimento do vírus. Isto porque o herpes labial se mantém latente no corpo e quando o sistema imunológico é abalado, a doença se manifesta. Alguns fatores que contribuem para isso são: exposição solar, estresse emocional, agressões à pele, desnutrição e outras infecções. E então, é importante ficar atento aos sinais do início do ciclo do vírus. “Os principais sintomas são dor, ardência ou coceira na região próxima dos lábios”, explica o médico.

Seguido a isso, o paciente irá perceber a pele vermelha e podem já aparecer as pequenas vesículas, que são características do herpes labial. A pele acaba ficando ferida quando essas bolhas estouram, liberando o vírus. Dessa forma, o profissional destaca que a última etapa consiste na formação de crostas e cicatrização.

Quais são os principais cuidados pré e pós manifestação do vírus?

De acordo com o Dr. Caio, o maior cuidado é evitar situações de queda da imunidade. “E deve-se fazer a prevenção antes que alguns procedimentos”, completa ele. Isto vale para procedimentos como peelings faciais, lasers ou outras técnicas dermatológicas. “Nesses casos, toma-se uma medição oral para evitar o aparecimento do herpes labial”, indica o médico.

Entretanto, quando acontece a erupção das pequenas bolhas, demarcando o início do ciclo do vírus, o recomendado é iniciar o tratamento precoce. “Ou seja, acelerar ao máximo o tempo de recuperação para evitar sintomas e transmissão do vírus”, orienta o dermatologista.

Como é o tratamento do herpes labial?

Assim como destacado acima, uma tentativa eficaz de driblar a manifestação do vírus é cuidar da imunidade. A dica é tomar os cuidados ideais com o seu corpo, como manter uma alimentação saudável, evitar situações estressantes e se precaver em locais expostos ao sol. Além disso, fique atento a hidratação dos lábios e da pele ao redor. Os alimentos ricos em lisina também podem ajudar no controle do vírus, como por exemplo as carnes vermelhas. No caso de as bolhas já estarem aparecendo, é importante não compartilhar objetos com outros indivíduos, evitando o contato direto. E para ajudar no término da crise, após uma consulta ao médico, é possível a indicação de medicamentos específicos. Vale lembrar que após a manifestação do herpes labial, é recomendado que o paciente troque sua escova de dentes.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Dr. Caio Lamunier - Dermatologista
São Paulo - SP
CRM-SP 124907

Mais Matérias: Herpes Labial
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a manifestação da doença
Herpes Labial
Herpes bucal x ansiedade: entenda como esses dois estão interligados e como prevenir a...
Você sabia que a ansiedade pode ser a causa de alguns problemas bucais? Entre eles, está a herpes ....
com a participação de:
Daniel Cohen Goldemberg
CRO-RJ: 29267
Herpes labial: o que é? Como surge? Quais são os sintomas? Qual é o melhor tratamento? Saiba tudo sobre o assunto
Herpes Labial
Herpes labial: o que é? Como surge? Quais são os sintomas? Qual é o melhor tratamento?...
Você desconfia que está com herpes labial? Olhar para o espelho e notar uma feridinha na boca pode...
com a participação de:
Dulce Helena Cabelho Passarelli
CRO-SP: 35856
Início do herpes na boca: veja como identificar os primeiros sintomas
Herpes Labial
Início do herpes na boca: veja como identificar os primeiros sintomas
Você já teve herpes na boca? Essa doença é muito conhecida por seu poder de...
com a participação de:
Dulce Helena Cabelho Passarelli
CRO-SP: 35856
Herpes labial na infância pode resultar de um sistema imunológico enfraquecido
Herpes Labial
Herpes labial na infância pode resultar de um sistema imunológico enfraquecido
Uma criança com febre pode significar diversas coisas, inclusive, herpes labial . Isso mesmo! Bolhas...
com a participação de:
Vânia Côrtes
CRO PR 14.282
Gengivite estomatite herpética: conheça o quadro e saiba os riscos durante a infância
Herpes Labial
Gengivite estomatite herpética: conheça o quadro e saiba os riscos durante a infância
Os papais e as mamães de plantão sabem como deve ser o cuidado para que os pequenos não...
com a participação de:
Vânia Côrtes
CRO PR 14.282
Herpes labial e intolerância a glúten: entenda a relação
Herpes Labial
Herpes labial e intolerância a glúten: entenda a relação
Você já deve ter lido em algumas embalagens de comidas a seguinte frase: contém glúten. O...
com a participação de:
Ludimila de Gouvêa Cerqueira e Ferreira