Quando pequenos aprendemos a escovar os dentes com os nossos pais e, assim que crescemos, descobrimos o valor que este hábito é capaz de trazer para o nosso sorriso. Mas talvez você se apegou apenas à escovação como o suficiente para a higiene, esquecendo de outros itens como o fio dental. Mas saiba que ele tem uma grande valor para um sorriso mais saudável. "Além de estimular os cuidados desde cedo, o uso do fio dental evita o aparecimento de cáries e mantém a gengiva saudável", garante a odontopediatra Camila de Almeida Araújo. Entenda sobre a importância desse item para a saúde bucal do seu filho.

Mesmo com poucos dentinhos, o uso é essencial

Segundo Camila, mesmo que o pequeno tenha apenas dois dentinhos, um do lado do outro, ou aqueles espaços entre eles, já pode começar a usar. "É importante o uso do fio para que não fiquem restos alimentares retidos ali, já que a escova não alcança todos os espaços". Incluindo pequenos hábitos na rotina dos seus filhos, é possível evitar problemas futuros, como uma inconveniente cárie. E quanto menos você cuidar, mais problemas ele terá no futuro. Você não quer que seu filho passe por isso, não é mesmo?

Bons exemplos e atividades recreativas durante o uso

É sempre um desafio fazer com que a criança tenha bons hábitos higiênicos. Nada melhor do que demonstrar a importância da higiene bucal praticando uma. "Nossos filhos são nosso espelho, então acredito que o estímulo começa com nossas atitudes", garante. A odontopediatra também indica que novidades e recreações durante o uso ajudam a criança a ter gosto por uma limpeza completa. "Contar histórias, cantar músicas, além de usar fios coloridos ou com sabor. Tudo para tornar a tarefa mais fácil e divertida", indica a odontopediatra.

Os papais e mamães precisam ficar por perto

Os pequenos de até oito anos precisam da ajuda dos pais para passar o fio dental. É preciso cautela durante a prática. "Deve ser deslizado suavemente para cima e para baixo, abraçando o dente, com o fio formando um 'C' ". É importante tomar cuidado para não forçar o fio contra a gengiva, evitando machucar ou cortar suas parceiras rosadas. Após os nove anos, a criança já pode ser estimulada a passar o fio sozinha, mas sempre com a supervisão dos pais.

É preciso praticar, pelo menos, uma vez ao dia

Sabemos que muita gente tem preguiça de usar o fio dental. Mas se passarmos, pelo menos, uma vez ao dia, de preferência antes de dormir, já é o bastante para manter a boca do seu filho segura das bactérias vilãs. "Devemos passar o fio dental a fim de eliminar toda e qualquer sujeira e, assim,  não dar chances para o surgimento das cáries".

É dever do dentista orientar sobre o uso do fio dental

Além dos cuidados realizados no consultório, o dentista tem o papel de ensinar aos pacientes hábitos que precisam ser levados para a vida inteira. "Devemos conscientizar nossos pacientes e seus responsáveis sobre a importância do uso do fio dental como complemento da escovação, já que só a escova de dentes não consegue alcançar o espaço interdental. Ambos são essenciais para uma limpeza completa", conclui. Por isso, não tenha vergonha e peça orientações para o profissional.

Contra o acúmulo de placa

O fio dental é o início de toda a higiene bucal. Só ele ajuda a abrir o caminho entre os espacinhos dos dentes para uma boa escovação. Para que tudo isso seja feito, sem perder a brincadeira, é essencial usar ferramentas certas feitas para o seu filho. A linha infantil para cuidados bucais possuem estampas de desenhos animados que a criançada tanto curte, proporcionando suavidade, segurança e refrescância durante toda a limpeza. Desta forma, fica mais fácil gostar de escovar os dentes desde pequeno.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Camila de Almeida Araujo - Especialista em Odontopediatria e Odontologia para Bebês e Gestantes
Rio de Janeiro - RJ
CRO-RJ: 25804