Depois da escova de dentes, o creme dental é um dos principais agentes para acabar com a placa bacteriana. Dependendo da formulação do produto, ele pode proteger seu sorriso da cárie ou até deixá-lo mais branco. Mas, além dessas ações, existem cremes dentais capazes de combater doenças mais graves, como a gengivite e a periodontite? Para esclarecer essa dúvida, o Sorrisologia entrevistou o dentista Robson Caumo.

Um creme dental pode tratar doenças gengivais, como a gengivite e a periodontite?

Os cremes dentais são agentes importantes no combate aos problemas periodontais, mas o especialista afirma que o mais importante para tratar essa doença é a remoção dos principais vilões  da saúde bucal: a placa bacteriana e o tártaro: "Não remover os agentes causadores, é como 'enxugar gelo'", afirmou Robson. Por isso, para viver livre da gengivite e periodontite, precisamos seguir uma boa rotina de higiene bucal, com o creme indicado pelo seu dentista, escovação e o uso do fio dental apropriado.

Ingredientes que o creme dental precisa ter para tratar essas doenças

O especialista revela que existem cremes dentais específicos com agentes anti-inflamatórios, como a arnica, malvona e a clorexidina, que dão uma ajuda extra no tratamento dos problemas gengivais e periodontais. Além disso, Robson ainda conta que se o creme dental tiver a quantidade de flúor acima de 1.500 PPM em sua composição já se torna eficiente na remoção da placa bacteriana e, consequentemente, das demais doenças. "Os produtos que possuem essas substâncias, fazem uma ação mais eficiente para ajudar a tratar as inflamações da periodontite e gengivite", indicou.

Devemos usar esse tipo de creme dental todos os dias?

O creme dental deve ser usado todos os dias. Entretanto, Robson lembra: "O mais importante é a ação mecânica na escova de dentes. Essa ferramenta, associada ao uso diário do creme dental, ajuda muito no controle da placa bacteriana, sem esquecer do fio dental, é claro". Por tanto, se você estiver tratando uma gengivite ou periodontite, inclua na sua higiene bucal:

- Uma escova com cabeça pequena e cerdas macias e flexíveis para alcançar todos os cantinhos da arcada dentária;

- Um creme dental com flúor acima de 1.500 PPM ou que indique na embalagem que é próprio para a sua gengiva;

- Um fio dental de fita, um modelo mais fino e achatado, com filamento único e com total resistência. Ele é mais confortável para fazer a higiene entre os dentes, sem causar ferimento.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Robson Caumo - Ortodontista e Especialista em DTM
Niterói - RJ
CRO-RJ: 30043