Um desgaste lento e constante. Aos poucos, o sorriso que parecia saudável começa a apresentar sinais de que algo não vai bem. Dentes amarelados, com as pontas transparentes e cada vez mais sensíveis significam algo: eles podem estar sofrendo com a erosão dentária. O tratamento, agora, precisa ser pensado nos detalhes. Entenda o processo com a ajuda da dentista Sofia Cabaleiro.

Descobrindo as causas

O primeiro passo para tratar o problema é descobrir o motivo de seu surgimento e, para isso, a ajuda profissional é muito importante. Sofia conta que é o cirurgião dentista quem deve realizar uma investigação a fundo a partir de uma anamnese minuciosa do paciente, e só assim será possível decidir o que será feito a respeito.

Isso precisa ser feito porque existem dois tipos de erosão: a intrínseca, causada por problemas gástricos como o refluxo - ou até mesmo por vômitos recorrentes provocados na bulimia, por exemplo -, e a extrínseca, que é fruto de uma alimentação muito ácida. Cada caso exigirá uma abordagem diferente. “Só depois de descoberta a causa é que será definido um plano de tratamento estético-funcional”, explica.

A abordagem do problema é multidisciplinar

Seja motivada por fatores externos ou internos, é bem provável que o acompanhamento de mais de um especialista seja necessário durante a intervenção. Isso porque, além dos cuidados estéticos feitos pelo dentista, nutricionistas e médicos precisarão entrar em cena para indicar uma dieta mais balanceada e a medicação adequada. “Não adianta restaurar o dente lesionado se não houver o tratamento da causa específica do problema”, esclarece Sofia.

Quanto tempo dura o tratamento dentário?

Sobre o tempo necessário para recuperar o sorriso saudável, a especialista explica que tudo depende da causa principal e também do grau de desgaste do dente. “Quando o diagnóstico é no início, muitas vezes a intervenção é rápida, mas alguns pacientes deixam o quadro evoluir por um longo período. Nesses casos, o tratamento costuma ser mais demorado”, justifica.

Não deixe para depois

Sabe aquela preguiça de ir ao dentista? Não deixe que ela seja mais forte, principalmente se a doença começar a apresentar seus primeiros sinais. “O desgaste causado pela erosão ácida é irreversível, portanto, é importante que o diagnóstico seja precoce e que a intervenção da causa seja feita imediatamente após”, alerta Sofia. Sendo assim, não espere até que seja tarde demais. Procure um profissional especializado e fique livre desse incômodo enquanto há tempo.