Muitas pessoas estremecem só de ouvir as palavras “tratamento de canal”, mas o que antes era um procedimento mais complicado, hoje em dia é bem mais simples. De acordo com a especialista em endodontia Sofia Cabaleiro, esse tipo de tratamento é indicado quando a terceira camada do dente (polpa) é acometida por cárie, trauma ou algum outro fator externo que possa induzir sua inflamação ou infecção. Porém, em alguns casos após a realização do tratamento de canal, os pacientes percebem que a coloração do dente mudou. Para entender o que acontece e como solucionar esse problema, a endodontista Sofia te conta tudo o que você precisa saber!

Tratamento de canal pode manchar os dentes

De acordo com a especialista, quando o tratamento ocorre em dentes anteriores, é possível observar a longo prazo se há alguma mudança na cor do dente afetado. Essa alteração pode variar desde algo mais discreto, como uma opacidade diferente dos outros dentes, até mesmo a um escurecimento mais severo. “Isso pode ocorrer devido à causa do problema inicial, como uma hemorragia na porção coronária do dente decorrente de um trauma”, justifica. Além disso, outra possível explicação para o escurecimento dos dentes após um tratamento de canal é que os resquícios do material obturador deixados na câmara pulpar podem causar essas manchas com o tempo.

Como clarear um dente escurecido por canal?

Ficar com os dentes manchados é bem chatinho, ainda mais depois de um tratamento de canal. Porém, felizmente é possível reverter essa situação, já que, segundo Sofia, existe um procedimento específico para a resolução desse problema, chamado de clareamento endógeno. “Esse procedimento consiste em clarear dentes desvitalizados (tratados de canal) através da introdução de um produto denominado peróxido de carbamida em uma concentração de 37%”. Além disso, a dentista ressalta que normalmente são necessárias várias sessões para que se atinja o tom desejado. Mas atenção: não confunda esse tipo de clareamento com aquele que tantas pessoas costumam fazer para conquistar dentes mais brancos, hein? Essa técnica é a mais indicada para manchas após um tratamento de canal, então é importante conversar com o seu dentista antes!

É possível prevenir isso?

Conforme a profissional conta, essa é uma situação que era bem mais comum de acontecer há alguns anos. Entretanto, hoje em dia os índices de escurecimento pós-tratamento endodôntico diminuíram consideravelmente devido ao avanço da técnica e ao aumento de especialistas na área. “Hoje é preconizado limpar bem a câmara pulpar ao finalizar um canal tratado, justamente com o intuito de não deixar resquícios de cimento ou material obturador utilizado na fase de finalização do tratamento endodôntico”, explica.

É importante dar sequência ao tratamento

Por mais que o procedimento tenha se tornado mais simples com o passar dos anos, ainda assim é importante ter certos cuidados após o tratamento de canal, principalmente porque o dente fica mais fragilizado ao perder parte de sua estrutura. A principal atitude que o paciente pode tomar é dar sequência na parte protética do elemento tratado, segundo a endodontista. “Normalmente é indicado a colocação de um pino de retenção (pode ser de fibra de vidro, fibra de carbono, rosqueável ou metálico moldado) seguido de uma restauração em resina ou então uma coroa unitária protética, que pode ser metálica, resinosa ou de porcelana. A opção vai depender do remanescente dentário presente e também do planejamento proposto pelo profissional responsável”. Por isso, é fundamental cuidar dessa parte do processo para reduzir a possibilidade de trincas ou fraturas.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Sofia Cabaleiro - Endodontista
Belo Horizonte, MG
CRO-MG: 34919