O herpes labial é caracterizado pelo aparecimento de pequenas bolhas dolorosas na região da boca, podendo ser internamente ou externamente. O aparecimento dele está ligado diretamente ao sistema imunológico do paciente. “Sempre que a imunidade está baixa por qualquer motivo, esse vírus se replica e gera as lesões típicas do herpes”, comenta a profissional Daniele Haller. No caso das mulheres, o período menstrual pode ser um agravante. Veja as explicações da dentista sobre esse assunto.

Como o período menstrual pode influenciar no aparecimento do herpes labial?

O herpes labial é resultado da ação de um vírus contagioso que fica alojado em um nervo. Além do estresse e exposição solar, outro fator que contribui para a manifestação do herpes são as mudanças hormonais. “As alterações hormonais da fase menstrual geram oscilações emocionais que se relacionam ao estresse, fator diretamente ligado à baixa da resistência”, explica a odontologista.

Por isso é comum que as mulheres que possuem o vírus venham a perceber o aparecimento das bolhas durante essa época do mês. Durante a gravidez também pode acontecer essa oscilação hormonal, diminuindo a imunidade e resultando nas lesões do herpes labial.

Então, ao final da menstruação o herpes labial também sumirá?

A dentista começa destacando sobre a duração do ciclo de manifestação do herpes labial, que leva de sete a dez dias. “O início da doença pode ocorrer durante o ciclo menstrual, mas o fim da menstruação não faz com que as lesões desapareçam, isso só ocorre após o sétimo dia”, esclarece ela. Por isso, é importante seguir com o tratamento para o herpes e cuidar para manter a imunidade. Enquanto há pacientes que manifestam o vírus de maneira constante, outras, mesmo possuindo-o, nunca apresentaram os sintomas.

Saiba como controlar o herpes labial durante o período menstrual

Há maneiras para se prevenir e contornar o aparecimento dos sintomas iniciais e as pequenas lesões do herpes. A profissional indica que sejam evitados os fatores que funcionam como um gatilho para o herpes labial aparecer, como a exposição excessiva ao sol e o estresse. E ainda, é importante ficar atenta à hidratação e uma boa alimentação. “Pacientes com manifestações recorrentes da doença devem procurar ajuda profissional pois já existem terapias com medicamentos antivirais que podem auxiliar nestes casos”, indica Daniele. Sempre lembrando que a higiene bucal nunca deve ser negligenciada e, mesmo durante as lesões, com cuidado, deve-se realizar a limpeza com fio dental e escovação.