Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
25.06.2019

Como fazer a higiene bucal depois da cirurgia ortognática?

Cuidar da higienização bucal após a cirurgia ortognática é fundamental para obter o melhor resultado; veja algumas dicas da dentista Rhianna Barreto
Cuidar da higienização bucal após a cirurgia ortognática é fundamental para obter o melhor resultado; veja algumas dicas da dentista Rhianna Barreto

Expert

Rhianna Barreto

Rhianna Barreto

CRO-RJ:37448

Cirurgia bucomaxilofacial, Dor Orofacial e Disfunção Temporomandibular e Odontologia Hospitalar

Se você está considerando a possibilidade de fazer cirurgia ortognática, seja por uma questão estética ou por orientação médica, é preciso ter em mente que os cuidados que vem em seguida são fundamentais para que o resultado seja um sucesso. Como este é um procedimento que interfere significativamente nas articulações do rosto, o pós-operatório é uma fase que precisa ser levada muito a sério pelo paciente. Confira as orientações da especialista Rhianna Barreto a seguir.

Quais são as principais recomendações durante o pós-operatório da cirurgia ortognática?

Segundo a dentista, os cuidados iniciais devem ser realizados pela própria equipe de enfermagem ainda no período de internação, que vai auxiliar na higienização. Quanto a alimentação, ela afirma que deve ser orientada por um profissional, já que nesse período recomenda-se a ingestão de substâncias pastosas e frias.
Além disso, a especialista também indica acompanhamento psicológico para controlar a ansiedade que gira em torno do resultado, e fala sobre a manutenção do aparelho ortodôntico e dos elásticos, utilizados no pós-operatório. “A manutenção deve ser feita regularmente, além de fisioterapia para auxiliar na recuperação da fala, movimentos mandibulares e controle de edema e parestesia.”

Como deve ser feita a higienização bucal durante esse momento? Que cuidados o paciente deve ter?

A limpeza dos dentes após a cirurgia não é das mais fáceis devido ao inchaço, a falta de controle mandibular e a dor, mas ela não deve ser deixada de lado em nenhum momento. Com uma higiene leve e branda no início, Rhianna alerta que esse é a melhor maneira de evitar cáries e infecções no local da ferida cirúrgica. “A higienização deve ser mantida regularmente, após as refeições por meio escovação (escova macia ou cirúrgica) e utilização de colutórios específicos, a base de clorexidina 0,12% (recomendado por tempo específico pelo cirurgião dentista), além do uso do fio dental (assim que possível)”, orienta.

Que mudanças devem ser feitas com relação à escovação e o uso do fio dental durante esse período?

Após a cirurgia, é preciso adotar algumas mudanças em nossos hábitos para fazer com que a recuperação seja a melhor possível. “As escovas dentais devem ser macias, específicas para pós-operatório e colutórios. Os cremes dentais também são específicos, geralmente à base de clorexidina 0,12%, e normalmente são prescritos pelo cirurgião”, recomenda.
Fora isso, o aparelho ortodôntico utilizado após a cirurgia deve ser higienizado com fio dental adequado, e a sua manutenção deve ser feita logo que possível.

Quanto tempo dura a recuperação da cirurgia?

A média de internação hospitalar costuma durar de 3 a 7 dias, com afastamento de atividades em geral de 15 a 30 dias. No entanto, esse prazo pode variar de acordo com a cirurgia realizada, segundo a especialista. Além disso, a recuperação e resultado final pode demorar até 6 meses, contando com atuação de diversos profissionais como cirurgião bucomaxilofacial, ortodontista, fisioterapeuta, psicólogo e nutricionista.

Este artigo tem a contribuição do especialista: 

Rhianna Barreto - Cirurgiã-Dentista

Rio de Janeiro - RJ

CRO-RJ:37448

Mais Matérias: Anatomia Bucal
Úvula: para que serve e que problemas podem afetá-la?
Anatomia Bucal
Úvula: para que serve e que problemas podem afetá-la?
A úvula , também conhecida como o “sininho” da garganta, é uma das estruturas mais...
com a participação de:
Camila Stofella Sodré
CRO-RJ: 40419
Afinal, quantos dentes temos na boca?
Anatomia Bucal
Afinal, quantos dentes temos na boca?
Uma das dúvidas mais frequentes nos consultórios é sobre quantos dentes temos na boca. E...
com a participação de:
Caroline Malavasi
CRO-RJ: 38947
Língua branca: como limpar? Veja os cuidados com a higiene bucal para eliminar o problema
Anatomia Bucal
Língua branca: como limpar? Veja os cuidados com a higiene bucal para eliminar o problema
Você tem notado a sua língua branc a? Então, é importante ligar o sinal de alerta!...
com a participação de:
Kalina Diniz
CRO-SP: 110560
Úvula bífica: o que é? Quais são as causas? Dentista indica o melhor tratamento para a doença bucal
Anatomia Bucal
Úvula bífica: o que é? Quais são as causas? Dentista indica o melhor tratamento para a...
A úvula , ou “sininho da garganta”, é uma das estruturas mais importantes da cavidade...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Úvula: o que é? Entenda a importância do sininho da garganta e os cuidados necessários com a região
Anatomia Bucal
Úvula: o que é? Entenda a importância do sininho da garganta e os cuidados necessários...
Você sabe o que é úvula? Também conhecida como “sininho da garganta”, essa...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Boca seca: o que é? Quais são as causas? Conheça os principais tratamentos para a xerostomia
Anatomia Bucal
Boca seca: o que é? Quais são as causas? Conheça os principais tratamentos para a xerostomia
Você tem a boca seca? Essa sensação pode ser muito comum após uma noite de sono, mas se o problema permanecer por horas ou, pior, por dias, pode ser um sinal de alerta para xerostomia. Se você quer entender melhor esse distúrbio, o Sorrisologia esclareceu a origem, principais causas e tratamentos para combater...