Cuidar do seu sorriso é saber cuidar da higiene oral, mas também entender que alguns hábitos do dia a dia podem influenciá-lo. Quem nunca ouviu dizer que comer doces demais ou fumar estraga os dentes? Poucas vezes damos a real importância a esses pequenos alertas, mas a verdade é que ignorar isso totalmente pode trazer graves consequências, como a formação de cáries, por exemplo. O Sorrisologia conversou com a dentista Andressa Chuang sobre o assunto e ela indicou os principais hábitos que devem ser incluídos e excluídos da nossa rotina para prevenir lesões causadas pela cárie.

Como as cáries são formadas?

De acordo com a especialista, a cárie dentária é uma doença que se dá devido à ação de bactérias que produzem ácido e desmineralizam o esmalte dental. A origem dessas, por sua vez, pode acontecer através da alimentação atrelada à uma higiene bucal inadequada. “Essas bactérias utilizam o açúcar como sua principal fonte de energia. Ele pode vir de diversos alimentos, inclusive os salgados, como massas e pães, já que quando ocorre a sua digestão no organismo, esses alimentos também se transformam em açúcar”, explica.

Qual a relação das placas bacterianas com as cáries?

Também chamada de biofilme dental, a placa bacteriana é formada pelo acúmulo de restos alimentares e bactérias que se aderem à superfície dentária. Ela é a maior responsável por grande parte dos problemas que acometem a boca do indivíduo, e muitas vezes acaba se manifestando devido à falta de higiene adequada. Embora a cárie seja mais uma das consequências das placas bacterianas, é importante a sua eliminação para prevenir outros quadros clínicos também.

Que hábitos devem ser adotados ou evitados?

Às vezes, pequenas práticas do nosso dia a dia podem ajudar a prevenir a lesão da cárie, e, embora alguns hábitos sejam difíceis de mudar de uma hora para outra, certamente dá para começar com pequenos passos. A dentista Andressa indicou alguns hábitos que podem beneficiar ou prejudicar a saúde do seu sorriso; confira!

• Consumo de açúcar: EVITAR. Alimentos ricos em açúcar, também chamados de acidogênicos, são responsáveis por estimular a produção de ácidos bacterianos causadores da cárie.

• Manter uma alimentação mais saudável: ADOTAR. Evitar os excessos e estabelecer uma alimentação saudável e equilibrada é essencial para evitar o processo carioso.

• Trocar as escovas de dentes periodicamente: ADOTAR. Com o uso frequente, as escovas dentais acabam se desgastando e, consequentemente, perdem sua efetividade, sendo necessária sua troca a cada 3 meses.

• Beber bastante água: ADOTAR. Beber bastante água além de equilibrar o ph bucal e estomacal, também contribui para o bom funcionamento do sistema digestório.

• Fumar: EVITAR. Hábitos como fumo e consumo de álcool também contribuem para o desequilíbrio bucal, deixando os dentes mais suscetíveis ao processo carioso.

• Fazer visitas regulares ao dentista: ADOTAR. Além de auxiliar na prevenção de cáries e outros problemas bucais, consultas regulares são fundamentais para o profissional avaliar se a higiene está satisfatória. Caso haja algo de errado, ele poderá agir imediatamente sobre o problema.

• Fazer uma higiene bucal adequada todos os dias: ADOTAR. A higiene diária com a escova de dente após as refeições é fundamental, mas apenas ela não basta para remover todos os restos alimentares da cavidade bucal. O fio dental nesse processo é extremamente necessário, pois ele vai remover os resquícios de onde a escova não alcança.

Este artigo tem a contribuição da especialista:
Andressa Chuang - Dentista na Belluh Odontologia Premium.
CRO-RJ: 47355