Quem acredita que não é necessário realizar o processo de limpeza bucal só porque os bebês não possuem dentes nessa fase inicial - e quando os dentes de leite começam a nascer também -, se engana. Segundo a endodontista Sofia Cabaleiro, “é importante que os pais não cedam à resistência da criança à escovação. Insistir desde cedo é a melhor forma de criar um bom hábito de higiene bucal. Logo, dificilmente essa criança terá cárie no futuro”. Confira os principais cuidados que a especialista ressalta sobre essa prática!

Deve-se higienizar a boca do bebê a partir de quantos meses?

Mesmo sem os primeiros dentinhos na boca, recomenda-se que os cuidados com a saúde bucal do bebê devam se iniciar logo após o nascimento, ainda durante a fase de amamentação. A dentista explica o motivo: “O objetivo é fazer com que o bebê se habitue a ter a boca manipulada desde cedo, pois isso facilitará no momento em que os dentinhos de leite forem erupcionando, fazendo com que a escovação seja cada vez mais necessária.” Logo, o ideal é que esse incentivo se faça presente o quanto antes na vida do pequeno.

Como limpar a gengiva do bebê e qual o tipo de material ideal para o processo?

Agora que você já sabe que a higiene bucal do bebê precisa estar em dia, é hora de entender como que isso pode ser feito. Muitos profissionais costumam indicar a higienização da gengiva com o dedo - que deve estar limpo - envolto em uma gaze ou fralda umedecida em soro fisiológico ou água filtrada, para que se possa remover os resíduos de leite materno da boca do bebê. A especialista, porém, dá outra dica para realizar o processo: dedeiras de silicone. Ela explica que as dedeiras possuem ondulações que proporcionam uma sensação de massagem na gengiva do bebê e são uma ótima alternativa no período de erupção dos dentes de leite.

De quanto em quanto tempo se deve realizar a higiene bucal do bebê?

Essa questão pode trazer certo receio de início, pois ao mesmo tempo que ninguém quer que os filhos passem por problemas bucais, fica aquela preocupação em exagerar demais na higiene. Sofia, no entanto, aconselha que esse processo seja feito sempre após as mamadas e acrescenta: “Até mesmo quando elas ocorrerem à noite, porque durante o sono o fluxo salivar é reduzido e facilita a proliferação de micro-organismos, podendo trazer consequências como o aparecimento de sapinho.”

Outros cuidados com a saúde bucal do bebê

É preciso entender que cada fase tem um foco. O uso de gaze ou fraldas para limpeza da gengiva antes do nascimento dos primeiros dentes costuma ser recomendado para remover possíveis resíduos de leite mas, após o nascimento, a dedeira de silicone e o uso de cremes dentais infantis em pequena quantidade passam a ser mais indicados para o processo, segundo a especialista. Outro hábito indicado por ela que deve começar durante essa fase é o uso de fio dental, de forma que a criança passe a assimilar o ritual da escovação completa.

Por SPPC

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Sofia Cabaleiro - Endodontista, Graduada pela Universidade Estadual paulista (UNESP). Pós-graduada em Endodontia, Cirurgia Oral menor e Dentística (IES- Instituto de Estudos da Saúde). Curso de Toxina botulínica com aplicação na odontologia pela ABO-SP.
Belo Horizonte, MG
CRO-MG: 34919