O mau hálito é um problema que incomoda tanto o paciente como aqueles que convivem ao redor. Esses casos de odor indesejável na cavidade bucal são comumente ligados aos pacientes jovens e adultos. No entanto, ele também pode acontecer nos pequenos. “Apesar de ser mais comum em adultos, existe sim a possibilidade dos bebês e as crianças também apresentarem halitose Infantil (mau hálito)”, comenta o profissional. Para entender como é o feito o tratamento nesses casos, veja as orientações do dentista George Patta.

O que pode causar o mau hálito?

Aquele cheirinho ruim vindo da boca do seu filho pode te deixar surpreso, mas acredite, crianças também podem passar por esse problema bucal. Primeiramente, é preciso observar se o mau hálito no pequeno acontece só ao acordar, que está relacionado à falta de saliva durante o sono, ou se é contínuo, mesmo após a higienização.

“Existem diversas causas, sendo que, a maioria está ligada diretamente à parte odontológica, como má higiene bucal, cáries, gengivites, uma higiene insatisfatória e também à saburra lingual decorrente do ressecamento de crianças que respiram pela boca”, explica o odontologista. O mau hálito nas crianças pode ser, ainda, resultado de pouca hidratação, fluxo salivar diminuído, inflamações das vias respiratórias, sinusite, refluxo-gástrico e até diabetes.

Saiba como é possível solucionar o mau hálito em crianças

Assim como recomenda o dentista, o primeiro passo é levar a criança ao odontopediatra. Dessa maneira, o profissional pode descartar as possibilidade de má higiene e lesões de cárie. Então, o diagnóstico do mau hálito é feito e indicado a melhor forma de tratamento, além dos cuidados com a higiene correta. “Pode ser tratado por meio de tratamento clínico para remoção de cáries e placas bacterianas, uma boa orientação de higiene, alimentação adequada e também tratamentos multidisciplinares para pacientes que têm disfunção respiratórias”, destaca George. Caso a origem não seja odontológica, o pequeno pode ser encaminhado para médicos de outras áreas, como o otorrinolaringologista.

Como é a criança pode se prevenir do mau hálito?

Além das orientações do profissional sobre o momento de higiene bucal, os pais também devem acompanhar o pequeno e auxiliá-lo na tarefa. “O ideal é que em crianças até 6 anos de idade a escovação seja realizada pelos pais, lembrando que a língua é parte importante da cavidade bucal e também deve ser higienizada corretamente”, indica o dentista. Para completar, o paciente deve seguir um acompanhamento odontológico de rotina a cada seis meses. No consultório, o profissional realiza a limpeza de rotina, remove possíveis cáries e dá indicações para os produtos ideias para realizar essa higiene em pequenos.