Pular para o conteúdo principal
Logo Facebook Powered By Logo OralB
07.03.2016

Como cuidar da saúde bucal através da minha alimentação? Confira 11 dicas de uma especialista

Muitos alimentos incluídos na dieta podem ser prejudiciais aos dentes. A profissional Thalita Costa lista dicas eficientes para se alimentar sem descuidar do seu sorriso
Muitos alimentos incluídos na dieta podem ser prejudiciais aos dentes. A profissional Thalita Costa lista dicas eficientes para se alimentar sem descuidar do seu sorriso

Expert

Thalita Costa

Thalita Costa

CRO-SP: 113895

Bacharel em Odontologia – UFF – Universidade Federal Fluminense – Nova Friburgo/Rio de Janeiro.

O que a alimentação tem a ver com saúde bucal? Tudo. Já sabemos que para manter uma boca saudável precisamos ir além de uma boca escovação e ficar atento ao que ingerimos no nosso dia a dia. “Frutas, alimentos fibrosos, ervas e especiarias como tempero, legumes e tudo de forma orgânica e sem processamentos são muito receitados por Nutricionistas, mas muitos não sabem do risco de danificação dentária que as frutas cítricas oferecem”, comenta a dentista Thalita Costa. Como cuidar da saúde bucal sem perder o prazer de se alimentar?

O perigo dos alimentos ácidos

É muito fácil encontrar variedades de frutas e sucos do tipo cítrico nos supermercados. Thalita diz que é aí que o paciente deve ficar atento. "O ácido cítrico contido nesse tipo de alimento diminui o PH da nossa boca inteira e, com isso, o ambiente bucal torna-se inteiramente ácido”. O resultado desse processo é a desmineralização do esmalte (primeira camada do dente, composto de mineral) e dentina (segunda camada mais interna do dente), ou seja, ele dissolve o dente e há perda progressiva de estrutura dental. "Como consequência, temos dentes mais lisos, sem forma, com dentina exposta, e com isso vem a terrível hipersensibilidade, pois nossa dentina está em íntimo contato com a polpa, a qual é altamente inervada e dói mesmo”, explica.

Quais alimentos devem ser evitados?

Um suquinho no meio da tarde de calor não é motivo para pânico. O problema está no consumo insistente e diário destes produtos. "Isso também inclui: vinhos, isotônicos, tomates (como molhos e extratos), refrigerantes, vinagres, molhos de salada, cafés, frutas e sucos, energéticos, iogurtes, vitaminas C, cervejas, água de coco e chás”. A profissional ainda dá um alerta muito importante. "Não é só porque um alimento não tenha gosto azedo que ele não seja ácido. Muito cuidado! Praticamente todos os alimentos acidificam a boca”. Então é impossível manter uma boca saudável com essa quantidade de alimentos tão presentes na nossa mesa? Fique tranquilo que há 11 dicas valiosas para você.

Alimentação x Saúde Bucal

1 - Evite esses tipos de alimentos, principalmente à noite quando a salivação diminui drasticamente.

2 - Nunca faça bochechos com bebidas ácidas.

3 - Quando for bebê-los, prefira canudos a copos.

4 - Quando for ingeri-los, consuma-os de uma única vez e não várias vezes ao dia.

5 - Depois que ingeri-los, sempre espere 30 minutos para escovar os dentes. Esse é o tempo que a saliva leva, em média, para diluir esses ácidos.

6 - Beba água após consumir esses alimentos. Bochechar algumas vezes ajuda.

7 - Consumir chicletes sem açúcar em algumas situações de emergência aumenta a salivação e ajuda a diluir esses ácidos.

8 - Não passe longos períodos sem escovar os dentes.

9 - Beba bastante água.

10 - Prefira alimentos fibrosos, como folhas, sementes e alimentos integrais, pois estes levam um tempo para serem mastigados,

11 - Prefira também sucos e chicletes sem açúcar, uma vez que o açúcar diminui o PH da boca e oferece alto risco de cárie.

Mais Matérias: Saúde Bucal
Passo a passo da colocação do enxerto ósseo dentário: veja as etapas necessárias para o procedimento cirúrgico
Saúde Bucal
Passo a passo da colocação do enxerto ósseo dentário: veja as etapas necessárias para o...
Você sabe o que é um enxerto ósseo dentário? Responsável por reconstruir uma...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601
Aparelho fixo estético: o que é? Quais os benefícios? Entenda o diferencial desse modelo
Saúde Bucal
Aparelho fixo estético: o que é? Quais os benefícios? Entenda o diferencial desse...
O aparelho ortodôntico fixo é a solução que muitas pessoas encontram para ter o sorriso...
com a participação de:
Camila Stofella Sodré
CRO-RJ: 40419
Mau hálito e dor de garganta podem ser sinais de amigdalite?
Saúde Bucal
Mau hálito e dor de garganta podem ser sinais de amigdalite?
O mau hálito é um sintoma bem comum entre as pessoas, principalmente pela manhã após...
com a participação de:
Rhianna Barreto
CRO-RJ:37448
Limpador de língua infantil: o que é? Como usar? A importância dessa higiene bucal desde a primeira idade
Saúde Bucal
Limpador de língua infantil: o que é? Como usar? A importância dessa higiene bucal...
O limpador de língua é uma ferramenta fundamental para a higiene bucal. Embora seja pouco conhecido,...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Prontuário eletrônico é melhor do que o tradicional? Conheça os benefícios dessa tecnologia para a odontologia
Saúde Bucal
Prontuário eletrônico é melhor do que o tradicional? Conheça os benefícios dessa...
Seja para tratar uma dor de dente em casa , sangramento na gengiva, herpes labial ou auxiliar uma criança...
com a participação de:
Uila Ramos da Silva
CRO-PE 10.380
Gengiva sangrando: o que pode ser? Dentista revela 6 motivos por trás do quadro
Saúde Bucal
Gengiva sangrando: o que pode ser? Dentista revela 6 motivos por trás do quadro
Notar a gengiva sangrando é um quadro mais comum do que se imagina. Ainda assim, é importante...
com a participação de:
Rita Ventura
CRO-RJ: 42601