Você tira uma foto e na hora de ver como ficou, percebe que seu sorriso não está do jeito que você gostaria e ele parece meio… torto? Como isso pode acontecer? Bom, talvez você já tenha ouvido falar sobre o desvio da linha média do dente, mas nunca entendeu muito bem do que se trata isso e nem como ele pode influenciar o seu sorriso. Acontece que essa linha invisível é muito importante para deixar o rosto mais harmônico e equilibrado, e tem grande relação com o tratamento ortodôntico. O Sorrisologia conversou com a ortodontista Francine Figueiredo e ela esclareceu alguns pontos sobre isso. Confira!

Entenda o que é o desvio de linha média dentária

Assim como as linhas imaginárias do mapa múndi, a linha média dentária também é imaginária e é traçada verticalmente entre os incisivos centrais para representar o centro da arcada dentária. “Como temos a arcada superior e inferior, também temos a linha média superior e inferior, que para uma composição harmônica do sorriso deverá estar alinhada com a linha média da face”, explica a especialista. Dessa forma, o desvio de linha média dentária é considerado quando não há coincidência entre uma destas linhas ou ambas com a linha média da face. “A identificação deste problema é feita primariamente através do exame clínico com o paciente de frente, no qual coloca-se um fio dental na linha média da face e avalia-se a coincidência ou não da linha média superior e/ou inferior, assim como a quantidade de desvio em mm”, finaliza.

As causas e consequências do desvio para o seu sorriso

A explicação para esse desvio pode ser variada, e a profissional listou alguns como perda de um dente, restaurações inadequadas, rotações dentárias, agenesias, perda precoce de dentes decíduos, apinhamentos e diastemas (espaçamento entre dois ou mais dentes). Já quanto às consequências desse problema, a estética é uma parte que costuma ser comprometida dependendo do grau do desvio. Segundo a profissional, o desvio é considerado desarmônico a partir de 2mm ou quando se torna visível aos olhos de um leigo.
Entretanto, a estética não é a única questão que ser prejudicada. “Além de comprometimento estético, podemos ter prejuízo no funcionamento de todo o aparelho estomatognático como a mastigação e problemas de disfunção da articulação temporomandibular.”

Como corrigir o desvio da linha média?

Felizmente, é totalmente possível corrigir o problema através de aparelho ortopédicos durante a fase de crescimento, com aparelhos fixos ou alinhadores transparentes em adolescentes e adultos, segundo a ortodontista. Outra opção viável e que tem se tornado cada vez mais popular é a cirurgia ortognática, em casos de desvios esqueléticos. “A conduta durante o tratamento vai sempre variar em função do diagnóstico inicial”, atenta. Portanto, o melhor a se fazer é sentar para conversar com o especialista para entender qual é o tipo de tratamento mais indicado para o caso.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Francine Figueiredo - Ortodontista
Rio de Janeiro - RJ
CRO: 22744-0