O amarelamento dos dentes é a principal queixa dos pacientes e o que motiva a procura por tratamentos odontológicos estéticos. "Na corrida por padrões de beleza, a busca pelos procedimentos estéticos tem aumentado cada dia mais, e na odontologia não tem sido diferente", afirma Vinícius Barçal, especialista em Dentística. A técnica do clareamento dental é a mais procurada, mas também a que gera mais dúvidas. Uma delas refere-se à durabilidade. Afinal, o investimento precisa valer a pena. Convidamos Vinícius para explicar como manter o efeito do seu clareamento por mais tempo.

Como acontece?

O clareamento dental é um tratamento estético conservador e deve ser a primeira escolha durante um planejamento estético, segundo o profissional. A forma em que acontece a diminuição da descoloração é através da quebra de longas moléculas carbônicas presentes nos pigmentos que escurecem o dente. “Esta quebra ocorre através dos radicais livres provenientes da dissociação do Peróxido de Hidrogênio, que difunde-se pelos tecidos dentais”, explica.

Duração do clareamento dental

De acordo com Vinícius, o efeito do clareamento dental permanece de um a três anos. Sendo assim, após esse período poderá ser realizado um tratamento de retoque do branqueamento. “Comparado ao clareamento inicial, este tratamento é muito mais rápido e requer menor tempo de aplicação do gel”.

Todo mundo pode fazer um clareamento nos dentes?

A maioria das pessoas podem ser submetidas ao clareamento dental. "Desde que toda a cavidade bucal esteja em um bom estado de saúde, ausência de caries, de doença periodontal, de lesões em mucosa e de grande quantidade de trincas em esmaltes", Vinícius lista as condições ideais para realizar o tratamento.

E a sensibilidade?

A sensibilidade não é uma contraindicação para o tratamento, segundo o profissional. Ele afirma que a sensibilidade é relativa e depende de inúmeros fatores, logo, cada um pode ter reações de dentes sensíveis maiores que o outro. "Alguns ajustes devem ser feitos para minimizá-las, desde o uso de creme dental que combate a sensibilidade, flúor, ajustes na concentração e tempo de aplicação do gel, até mesmos a utilização de laser terapêutico para sensibilidade após as sessões de clareamento".

Para manter os dentes branquinhos

Antes de tudo, é importante entender que a descoloração dos dentes está geralmente associada ao processo de envelhecimento natural do dente e a fatores externos correlacionados com a pigmentação da dieta alimentar, segundo Vinícius. Não podemos fazer nada sobre a ação natural do tempo, mas quanto à alimentação sim.

Se a sua dieta possuir uma alta concentração de alimentos pigmentados como chocolates, café, chás, refrigerantes, alimentos ricos em corantes naturais ou artificiais - beterraba e molho de tomate industrializado entram nessa lista - a necessidade de tratamento de retoque será mais rápida e frequente. Para os pacientes fumantes pode valer o mesmo: a duração do clareamento será menor.

"Para prolongar o efeito do clareamento deve-se manter uma higienização adequada com escovação e fio dental e evitar o consumo destes alimentos cromogênicos, que além de amarelarem os dentes, estão correlacionados com outros problemas, como cáries, câncer bucal, entre outros", finaliza.