Dentes branquinhos e saudáveis são o sonho de consumo de muita gente, e graças aos procedimentos odontológicos, essa realidade não é mais tão distante quanto parece. Mais do que conseguir um sorriso perfeito, o clareamento interno realizado nos consultórios oferece mais saúde e confiança ao paciente. Sabe aquela sensação de sorrir sem medo? O dentista Vinícius Barçal explica que, com esse tratamento, ela pode se tornar rotina. Veja agora as vantagens do processo tanto para autoestima quanto para a manutenção de hábitos mais saudáveis.

Para decidir o melhor tratamento, ouça quem entende do assunto

Se o sorriso amarelado te causa desconforto, na maioria dos casos, associar bons hábitos de higiene ao clareamento dental resolvem o problema. Mas, segundo o dentista, se todas as opções possíveis não deram nenhum resultado, o procedimento interno pode te ajudar a vencer essa barreira. A função deste método é achar uma coloração harmônica sem desgastar os dentes. Mesmo assim, Vinícius explica que, dentre os motivos que levam ao tratamento, um deles é um tipo de escurecimento específico.

Não é só pela estética

Mesmo sendo uma motivação justa, a aparência não é a única intenção do clareamento dental interno. Na verdade, esse procedimento é usado pelos dentistas após a avaliação de algumas condições. “Os casos são geralmente associados a dentes que sofreram trauma ou tratamento endodôntico (mais conhecido pelos pacientes como tratamento do canal). Nestes, a mudança de cor varia entre o amarelado e acinzentado, destacando bem dos demais dentes”, esclarece.

Como funciona o tratamento dental interno

O clareamento interno é bem parecido com o externo, mas existem algumas diferenças. Ambos utilizam o peróxido de hidrogênio a 35%, que é o que garante o clareamento em si, mas um detalhe muda tudo. Segundo o dentista, a diferença está na forma de aplicação do produto.“O gel clareador é aplicado dentro da coroa dentária por meio de um acesso realizado na face lingual dos dentes (na parte de trás), o mesmo acesso que é feito para o tratamento endodôntico”. Vinícius explica ainda que o resultado não é sempre instantâneo. A duração do procedimento pode se estender de uma a três sessões.

Algumas razões explicam o escurecimento dos dentes. Entenda:

A mudança de cor nos dentes se dá tanto por fatores internos quanto por fatores externos. Esses fatores de fora podem ser facilmente dominados ao evitar o consumo de alimentos ricos em pigmentos. Já os fatores que estão ligados às medicações ou materiais utilizados no tratamento de canal, e os fisiológicos diretamente relacionados com pancadas e acidentes, não podem ser controlados pelo paciente. O melhor conselho, de acordo com Vinícius, é redobrar a atenção, evitar os traumas e ter muito cuidado com a higiene oral. Lembre-se sempre de consultar seu dentista para uma avaliação e definição do melhor tratamento para o seu caso.