Dar aquela checada no espelho e desejar ter os dentes um pouco mais branco, quem nunca? Graças às possibilidades de tratamentos da odontologia, é possível recorrer ao clareamento dental. O do tipo caseiro é uma opção que traz mais comodidade para o paciente e obtém resultados muito bons. O profissional desenvolve as peças para o tratamento e, em casa, o paciente faz a aplicação do gel clareador nos dentes, sempre controlando o tempo certo. Mas a gente sabe que acidentes podem acontecer. Por isso, conversamos com o dentista Djalma Faria que trouxe orientações sobre o que fazer se o gel clareador entrar em contato com a gengiva.

Veja a importância do gel clareador

Assim como define o profissional, o clareamento caseiro é realizado através de molheiras com gel clareador. A aplicação deve ser feita durante três horas por dia, ao longo do período de 15 dias. O composto é essencial para todo o processo e alcance do resultado de dentes mais brancos. “Ele provoca uma reação química em contato com o dente liberando oxigênio, promovendo assim o clareamento dental”, explica Djalma. Vale destacar que, para dar início ao clareamento dental caseiro, é preciso que este seja indicado e acompanhado pelo dentista

Géis clareadores podem provocar até sangramento se em contato com a gengiva

Quando o assunto é o clareamento dental caseiro, a responsabilidade do paciente aumenta consideravelmente. Isto porque ele é quem aplicará o gel nas molheiras e controlará o tempo do procedimento. Como foi explicado acima, o gel clareador age diretamente na superfície dos dentes e, por esse motivo, é importante ter atenção redobrada para que ele não entre em contato com a gengiva.

Segundo o odontologista, alguns tipos de géis provocam irritações nesse tecido mole e até sangramentos. “Caso ocorra o contato com a gengiva, limpe a região com água”, indica ele. Um cuidado para prevenir esse episódio é não usar grande quantidade deste produto na moldeira, o que evita o excesso que pode transbordar para estas áreas.

Veja medidas necessárias para esse momento

Para realizar o clareamento dental caseiro é preciso contar com os cuidados do paciente e manter as visitas regulares ao dentista. Se por algum descuido o gel clareador entrar em contato com a gengiva é preciso tomar algumas medidas conforme orienta Djalma. “Limpe com água o local atingido pelo gel e suspenda o clareamento por alguns dias até que a gengiva se restabeleça novamente”. Além disso, entrar em contato com o profissional é uma atitude indicada. Assim, sua cavidade bucal pode ser avaliada corretamente sobre como estão as irritações, e ter o melhor encaminhamento para o tratamento. Em alguns quadro, pode ser uma opção recorrer ao uso de pomadas anti-inflamatórias cicatrizantes.

Este artigo tem a contribuição do especialista:
Djalma Faria - Ortodontista e Especialista em Visagismo Facial
Campinas - SP
CRO-SP: 59104