Não dá para negar: ter dentes brancos e livres de manchas é o desejo de todos. Por isso, muitos pacientes recorrem ao clareamento dental caseiro para atingir o resultado desejado. Mas, ainda que o procedimento possa ser feito em casa, o acompanhamento de um profissional é essencial para não prejudicar o seu sorriso. Para desvendar as principais dúvidas, o Sorrisologia reuniu tudo o que você precisa saber sobre o tratamento antes de fazê-lo. Confira e dê um up na sua autoestima!

Mas, afinal, o que é clareamento dental?

Dentes amarelados ou manchados costumam ser o maior pesadelo para quem sonha com um sorriso bem branquinho e destacado. Se esse for o seu caso, o clareamento dental pode ser a sua solução. Feito à base de peróxido de hidrogênio, o tratamento é capaz de quebrar as moléculas pigmentadas, dissociando-as em partículas menores e deixando os dentes mais claros. Dessa forma, é possível recuperar a cor original dos elementos. O processo pode até parecer complicado e envolver uma série de reações químicas, mas o clareamento traz um resultado bastante satisfatório para o paciente, garantindo um sorriso mais bonito e iluminado.

Não é seguro fazer o tratamento sem uma instrução profissional

Para garantir o efeito white sem prejudicar a sua saúde bucal, é importante que o clareamento seja feito a partir da orientação de um especialista. Ainda que pareça mais fácil assistir vídeos na internet sem contribuições profissionais, o uso de produtos em quantidades desproporcionais pode danificar a estrutura e o esmalte dos dentes, causando um resultado contrário ao esperado. Por isso, é fundamental fazer uma consulta com o dentista.

Saiba como fazer o clareamento dental caseiro

Quando procuramos “clareamento caseiro” na internet, existe uma grande variedade de produtos para fazer esse tipo de procedimento em casa - muitos, não aprovados por especialistas. O mais indicado é o uso de moldeira e gel clareador, devidamente providenciados pelo seu dentista. Nesse caso, a moldeira é uma ferramenta de silicone feita sob medida e, por isso, se encaixa perfeitamente na arcada dentária do paciente. Nela, se aplica o gel clareador que deve ser mantido em contato com os dentes por um período determinado pelo profissional. Além disso, a quantidade de gel clareador também deve ser indicada pelo o seu dentista para garantir um bom resultado.

Além deste, outros tratamentos caseiros, como o uso de uma pasta de dentes enriquecida com carvão, por exemplo, também podem trazer benefícios ao seu sorriso, no entanto, é essencial que essa seja aprovada pelo seu dentista.

Para quem o clareamento dental caseiro é indicado?

Quando se trata de clarear os dentes, não existem muitos requisitos. Desde que toda a cavidade bucal do paciente esteja em um bom estado de saúde, é possível fazer o tratamento sem problemas. Por isso, é importante ter uma consulta com o seu dentista para verificar a existência de possíveis problemas bucais como cáries, lesões dentárias e doenças periodontais. Além disso, o tratamento não é indicado para pacientes que estão no terço inicial e no final da gestação.

As vantagens do procedimento caseiro

É inegável que, nos dias de hoje, o clareamento dental caseiro é um dos métodos mais procurados pelas pessoas que buscam trazer de volta a confiança e elevar a autoestima em um piscar de olhos. Mas será que você sabe todas as vantagens desse tratamento? Confira abaixo alguns dos principais:

• O uso de agentes clareadores menos concentrados e a possibilidade de ser aplicado em vários dentes ao mesmo tempo;
• Facilidade de aplicação pelo próprio paciente;
• Eficácia em pigmentações mais complexas na arcada dentária;
• Dentes clareados de forma mais homogênea;
• O intervalo do procedimento caseiro é menor do que o do profissional.

Caseiro x a laser: qual é o melhor clareamento?

Independente da técnica escolhida, uma coisa é certa: o resultado será dentes brancos e sem manchas. Isso porque a substância clareadora é basicamente o peróxido de hidrogênio para ambas as técnicas, o que as difere é a concentração e o tempo de aplicação. Além disso, a forma de aplicação também é diferente. No caso do clareamento a laser, o gel clareador é aplicado pelo cirurgião-dentista em um consultório. Já o clareamento caseiro, como o próprio nome já diz, a aplicação é feita em casa e pelo próprio paciente em uma moldeira personalizada por um especialista. Sendo assim, o ideal é conversar com o seu dentista de confiança para que juntos definam com o melhor jeito de realizar o branqueamento dos dentes.

Cuidados necessários após o clareamento dental caseiro

Agora que passou pelo tratamento, você sabe quais são os cuidados necessários para garantir os seus dentes branquinhos por mais tempo? Descubra abaixo algumas das práticas que você deve aderir após o clareamento dental caseiro:

• Diminua o consumo de alimentos e bebidas com corantes, como o café ou o vinho. Nesse caso, os canudos podem servir como bons aliados;
Evite o uso de tabaco;
• Mantenha uma rotina de cuidados com a higiene dental, escovando os dentes 30 minutos após as principais refeições;
• Não utilize enxaguantes bucais coloridos ou que contenham álcool em sua composição;
• Batons com cores fortes devem ser evitados, principalmente o vermelho, já que pode gerar manchas nos dentes;
• Visite o dentista regularmente para limpeza dos dentes;